Publicado por Veja Notícias no dia 21/09/2021 as 20:19

Em primeiro lugar, muitas pessoas sofrem com o relacionamento tóxico. Bem como, procuram identificar em seus relacionamentos amorosos os motivos que as deixam tão infelizes.

Contudo, no relacionamento tóxico os sinais de alerta são mais perceptíveis quando a angústia e o sofrimento toma conta da vida do sujeito. Saber que estão sendo vítimas em uma relação amorosa abusiva e tóxica, não é tão fácil assim! 

Apesar disso, alguns comportamentos abusivos são mais fáceis de reconhecer quando a atitude fica disfarçada, mas quando é sutil fica mais complicado descobrir e isto gera muito sentimento de culpa e medo de ser injusto com o parceiro ou parceira.

Além disso, a necessidade de poder sobre o outro, um dos dois é uma pessoa subjugada. E do ponto de vista emocional, observa-se um empobrecimento, o vínculo e torna-se destrutivo, alimenta a relação de dependência emocional.

Características de um relacionamento tóxico

Antes de tudo, uma das características que o (a) dependente emocional apresenta nestas relações tóxicas é um pensamento crítico prejudicado, fica como um (a) refém, se sente aprisionado (a) e controlado (a) pelo outro. Além disso, fica submisso (a), subjugado (a) aos caprichos do parceiro (a).

Contudo, todas relações têm alguma quantidade natural de toxicidade, porque não existem pessoas perfeitas. Mas quando ultrapassa o nível de suportabilidade e começa a ser descontrolada, coloca a pessoa em condição de sofrimento constante e o relacionamento começa a ser a fonte de angústia e medo.

Afinal, alguns sinais são alertas que podem te ajudar a descobrir se você está em uma relação contaminada por ciúmes, posse, inveja, culpa, manipulação, agressividade e medo.

Relacionamento tóxico sinais

A princípio, separei uma lista com alguns sinais de um relacionamento tóxico.

1. Pessoas tóxicas que não assumem responsabilidades. 

A atitude de fugir das responsabilidades é o mesmo que fugir das obrigações de responder por aquilo que se fez. Dessa forma, favorece a quebra de confiança, desfaz os acordos. Sendo assim, são aqueles que gostam daquele joguinho de esconde-esconde e usa da estratégia prêmio-castigo nas relações tóxicas que estabelecem.

2. Você não se cuida mais?

Você não se cuida mais? Tem se deixado de lado para dar atenção ao seu parceiro ou parceira que é super carente e está sempre pedindo cuidados extras? Isso pode ser sinal de algo tóxico dentro da relação onde um dos dois perde o bem-estar, a pessoa tem tanto medo de não dar atenção suficiente que acaba não cuidando mais de si mesma.

3. Observe o comportamento controlador

Seu parceiro (a) está sempre fazendo críticas, perguntando e questionando sobre quase tudo? O comportamento controlador é muito comum nas relações tóxicas, o abusador se utiliza de manipulação e chantagem emocional para controlar o outro e obter regalias.

4. Falta de consideração

Parceiro (a) que costuma não levar em conta as suas necessidades, e não se preocupa nem um pouco com a sua agenda. Combina outras atividades justamente no dia que é importante para vocês fazerem algo junto.

Como por exemplo: uma festa de aniversário de alguém da família, sua apresentação de mestrado, etc.

Isso não quer dizer que essa pessoa precisa saber tudo que se passa no seu dia a dia, mas pelo menos saber dos eventos mais importantes. Levando em consideração os compromissos que são parte do apoio que cada um doa ao outro.

Em uma relação tóxica o sinal deste tipo de pessoa faz você ligar o alerta vermelho. Será que essa pessoa que você ama quer fazer outras coisas além daquelas que decidiu para si mesmo (a)?

5. Pune você com o silêncio

Ele (a) fica em silêncio, empurra, se fecha não quer conversar sobre nenhum assunto. Você fica sem saber o que está acontecendo, quanto mais pergunta parece que fica pior. Cria um distanciamento, oferece tratamento frio, que te faz ficar com muito medo e com sentimento de culpa e confusão emocional.

É um tipo de manipulação perigosa porque coloca o outro numa condição desigual onde não se sabe o que está acontecendo e nenhum argumento para estabelecer um diálogo, afinal o abusado (a) se mostra ausente causando um terror psicológico no seu parceiro e na sua parceira. Nem sempre a briga é o sinal de alerta para os tipos de relacionamentos tóxicos, o silêncio pode ser utilizado para se vingar de algo considerado ameaçador. 

O abusador geralmente já foi abusado e seus sentimentos de raiva podem se manifestar projetivamente em comportamentos repetitivos, atitudes estranhas, impulsivas ou de extrema frieza.

Lembrando que os casais saudáveis gostam de se comunicar, mesmo em momentos de estresse. É bom sinalizar ao outro que conversar depois, em um momento mais calmo, pode ser mais positivo ou demonstrar seus sentimentos sinceros de desculpas.

6. A competitividade e a raiva no relacionamento tóxico

Quando um dos dois é competitivo, sente raiva do outro que consegue êxito em suas conquistas. Você tem sempre que “pisar em ovos” para não demonstrar felicidade em vibração com suas próprias conquistas, porque de certa maneira isso atinge o ego do parceiro (a).

Fica com a sensação que fez muito mal a pessoa que está ao seu lado e consequentemente você acaba nem curtindo suas vitórias. A toxicidade deste tipo de problema no casamento ou no namoro é uma bomba relógio, quando menos se espera um dos dois tem uma reação irônica, agressiva e vingativa.

O que ocorre é a projeção de suas frustrações reprimidas na figura daquele que lhe desperta a inveja, ao invés da admiração. A raiva e o ódio aparecem com força total nestas situações de conflito amoroso.

Casais saudáveis deveriam se apoiar nas conquistas individuais, uma dose de admiração e carinho combinaria mais com o fato de estarem juntos em um compromisso amoroso feito por escolha própria.

E você como reage a estes tipos de questões? Sempre dá uma desculpa para o outro? A pessoa que você escolheu para estar ao seu lado tem feito o quê para melhorar? Se não faz nada para encontrar um meio termo, então, você pode estar em um relacionamento tóxico!

Sabia que a psicoterapia pode ajudar em um relacionamento tóxico?

Buscar ajuda de um psicólogo por meio da psicoterapia, individual ou para casal, pode ser muito benéfico para o relacionamento difícil.

Bem como, pode ajudar as pessoas a conduzirem as questões mais delicadas que atrapalham o convívio no dia a dia, e identificar os gatilhos que prejudicam seu namoro ou casamento.

E além disso, a terapia ajudará você a lidar com as marcas e traumas deixados pelo relacionamento tóxico. Há casos em que a terapia de casal pode ser eficiente para ambas as partes compreenderem as dificuldades de comunicação e oportunamente fazerem escolhas positivas em direção a mudanças.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

O que você não sabia sobre caixa de gordura

22 de julho de 2021

O que você não sabia sobre caixa de gordura

A caixa de gordura é um item obrigatório em toda residência. um aparelho que não permite que a gordura ou objetos grandes possa obstruir as tubulações. É instalada ...

O que faz um tribunal de contas municipal?

12 de agosto de 2021

O que faz um tribunal de contas municipal?

De forma geral, o tribunal de contas municipal é responsável pela fiscalização e controle da receita e despesas de uma cidade; saiba mais  Os tribunais de contas...