Publicado por Marcela Ferreira no dia 13/10/2021 as 21:35

O sentimento de felicidade, sem dúvida alguma, é algo satisfatório. No entanto, quando nos imaginamos felizes a todo o momento, será que poderia realmente ser bom? Na atualidade, doenças como a depressão e a ansiedade têm se espalhado cada vez mais pelas pessoas e, principalmente, jovens. Isso pode estar diretamente ligado à busca constante pela plenitude integral.

Estar feliz o tempo todo. É possível?

Ser feliz é sim importante, mas ninguém é humanamente capaz de permanecer com esse sentimento 24 horas por dia, 7 dias por semana. É por meio dos nossos erros e dores que conseguimos aprender, evoluir emocionalmente. Sendo assim, a busca pela felicidade constante não leva a outro caminho que não seja a frustração.

Afinal, o que é felicidade?

A felicidade é um sentimento individual. Cada pessoa se sente feliz à sua maneira e não deve ser julgada por isso. Enquanto um determinado grupo acha que felicidade se resume a ter dinheiro e aquisições, outro pode acreditar que um final de semana na fazenda é a maior expressão desse sentimento.

É muito provável que você ouça falar sobre a busca da felicidade ser o tópico que movimenta a vida dos humanos. No entanto, isso não é verdade. Não podemos ser motivados única e exclusivamente por um único sentimento. Do contrário, teríamos que lidar com uma série de frustrações e questionamentos sem respostas.

A busca pela felicidade nada mais é do que um dos motivos para seguirmos em frente. Ela não é a totalidade, mas sim uma parte. Não podemos ser felizes o tempo todo porque isso nos faria fracos emocionalmente, prejudicando a nossa evolução.

É importante dizer que a felicidade existe, é real, mas não deve ser um sentimento buscado o tempo todo. Essa sensação está nos pequenos momentos de nossas vidas, como uma viagem que sempre desejamos fazer ou, até mesmo, em um instante com os filhos, onde eles mostram que aprenderam coisas novas.

Ficar em um looping de busca pela felicidade pode acabar gerando ansiedade, frustrações e, até mesmo, impedirá que você viva um momento que poderia ser importante para o seu desenvolvimento emocional. O que vale é deixar que as coisas aconteçam naturalmente, para que possamos tirar a felicidade dos detalhes que antes passariam despercebidos.

O que buscar para ter uma vida mais equilibrada?

Antes de mais nada, é preciso dizer que a felicidade pode sim ser buscada, mas não como um objetivo final, uma meta insuperável. Você deve viver cada momento de maneira agradável e, por consequência, será feliz. No entanto, se buscar esse sentimento como exclusivo para a sua trajetória, terá que lidar com sérios problemas emocionais, uma carga muito maior do que se pode suportar.

A busca pela qualidade de vida e pela saúde acaba se mostrando mais importante do que outras coisas. Ainda que pareça custoso, é dessa forma que você conseguirá chegar a uma plenitude satisfatória. No futuro, terá como contar boas histórias para os seus filhos e netos e ainda relembrar cada um dos momentos com um sorriso no rosto e um calor no peito.

Também há outra coisa que deve ser colocada em foco na sua vida: o autoconhecimento. É por meio dele que você conseguirá identificar quais são os seus limites, as qualidades, bem como os pontos de melhoria. Quando descobrimos quem realmente somos, as portas começam a se abrir e muitas explicações sobre hábitos vão surgindo.

O autoconhecimento também ajuda muito a reduzir as chances de adquirir estresse e ansiedade, porque você saberá a hora certa de se conter. Dominar a própria mente e conhecer os seus limites são ferramentas poderosas para ter uma vida muito mais agradável e plena.

Meios para se autoconhecer

Existem muitas maneiras de alcançar um bom nível de autoconhecimento. As pessoas escolhem os seus próprios caminhos, podendo vagar entre a meditação, a leitura, os cursos que interessam, os hobbies e, também, a hipnoterapia, que se mostra um caminho muito mais rápido para atingir esse objetivo.

O mais importante de tudo é encontrar uma maneira com a qual você se sinta verdadeiramente confortável para ser quem é. Assim, o processo andará de maneira mais rápido e o autoconhecimento será uma consequência esperada. Avalie todos os métodos que poderão ser aplicados e escolha aquele que mais lhe agradou.

Com a hipnoterapia você terá um acesso às suas memórias mais distantes e conseguirá chegar à raiz do problema. Todo o método consiste em algo seguro, acompanhado por profissionais, com o principal objetivo de entregar respostas para os seus questionamentos mais profundos e te ajudar a se conhecer melhor do que nunca.

De uma maneira geral, a terapia se mostra muito importante para atingir o autoconhecimento. Assim, você poderá melhorar o bem-estar e a saúde. Quando você tem ciência dos seus próprios defeitos, hábitos, manias e busca melhorá-los, a felicidade será um resultado esperado para a sua vida.

É normal sentir raiva

Quando você se permite sentir as emoções inferiores, como a raiva, a angústia e o medo, será possível valorizar as emoções superiores, lembrando de todo o bem-estar causado por elas. A felicidade, a gratidão e o êxtase precisam ser buscados em momentos de desequilíbrio emocional para restabelecer a ordem dos sentimentos.

É importante lembrar que muitos sentimentos podem ser sintomas de que algo não está certo no seu corpo. A ansiedade e a depressão são os principais sinais disso. Se você entende os seus humores e tem a consciência de que precisa buscar um caminho para tratá-los, então está dando os passos corretos.

Quando alguém externa unicamente felicidade, o tempo todo, significa que aquela pessoa não sabe encarar a vida da maneira correta e não compreende como lidar com as frustrações. Isso acaba levando aos vícios que, querendo ou não, oferecem uma satisfação momentânea, como as compras em excesso e os remédios.

Portanto, sempre lembre-se que é normal sentir frustação, ficar chateado ou com raiva e até mesmo triste. Cada situação demanda uma reação do nosso corpo. Sendo assim, você deve deixá-la fluir para ter um dia a dia normal e confortável. Caso ultrapasse os limites da normalidade, o mais adequado é buscar um especialista para ajudar antes que o problema mude de figura.

Para mais conteúdos como este, visite o site da Angelita Cavalcante Hipnoterapeuta.

Siga Angelita no Instagram: @angelita.hipnoteraputa

Marcela Ferreira

Marcela Ferreira

Enfermeira pós graduada, com especialização em traumas urgência e emergência, e experiência de 12 anos na saúde mental. Amante da moda e cofundadora do bazar Cores e Formas.

Outros artigos

A estrada da noite

4 de setembro de 2021

A estrada da noite

Quando li o livro A estrada da noite não sabia que o autor Joe Hill era filho do cultuado escritor Stephen King. Após a descoberta, fez todo o sentido, afinal a man...

Taxa TIIE: O Que É e Como Funciona?

4 de outubro de 2021

Taxa TIIE: O Que É e Como Funciona?

Adquirir um imóvel é o sonho de muitas pessoas. Esse processo envolve planejamento financeiro, pesquisa e disciplina para avaliar qual é o melhor tipo de financiame...

Você pode ter interesse em:

Tatuagem e ressonância magnética: existem riscos?

Tatuagem e ressonância magnética: existem riscos?

O avanço da inteligência artificial na medicina

O avanço da inteligência artificial na medicina

Conheça Os 3 Serviços Mais Comuns Da Telemedicina

Conheça Os 3 Serviços Mais Comuns Da Telemedicina

Diferença entre plano de saúde e convênio médico

Diferença entre plano de saúde e convênio médico

10 dicas práticas para emagrecer

10 dicas práticas para emagrecer

Tem muita azia? Cuidado! Veja dicas de como combater a azia e má digestão

Tem muita azia? Cuidado! Veja dicas de como combater a azia e má digestão