Saúde

Entenda tudo sobre os tipos de anticoncepcional masculino

Publicado por Veja Notícias no dia 05/04/2021 as 09:52

Existe hoje uma variedade de métodos contraceptivos disponíveis para homens e mulheres. No caso dos homens, apesar de haver estratégias de prevenir a fecundação do óvulo durante o ato sexual, ainda não existe de maneira acessível um medicamento anticoncepcional masculino, como é comum entre as mulheres.

As pílulas anticoncepcionais femininas existem desde a década de 60 e são bastante populares até hoje. Mas, mesmo durante todo esse tempo, por que ainda não foi desenvolvido e aprovado um anticoncepcional masculino?

Sabemos que os homens possuem outras formas de se relacionar sexualmente prevenindo a concepção, como o uso de camisinha, por exemplo, sendo o mais famoso deles. Porém a inexistência da pílula para os homens permanece uma incógnita para muitos.

Neste artigo, falaremos um pouco sobre o tema do anticoncepcional masculino. Vamos expor as possibilidade disponíveis para que ele se proteja e os motivos de ainda não existir comercialmente um comprimido anticoncepcional para homem.

Ficou interessado pelo conteúdo? Então sigamos!

Quais são os tipos de anticoncepcional masculino?

Existem 5 tipos diferentes de anticoncepcional masculino. Alguns deles já populares e facilmente disponíveis em farmácias, outros possíveis apenas por meio de procedimentos cirúrgicos e, por fim, aqueles ainda em fase de testes, como é o caso da pílula contraceptiva para homens.

Falaremos agora sobre cada um deles para que o leitor se conscientize de todos os métodos possíveis para que se possa evitar uma eventual gravidez não desejada.

Vamos a eles!

Preservativos

Vamos começar pelos preservativos, ou camisinhas, como são popularmente conhecidos aqui no Brasil. 

A camisinha é um dos métodos contraceptivos mais difundidos e acessíveis entre os homens, podendo ser facilmente adquirido em farmácias, postos de saúde ou supermercados.

O preservativo consiste em objeto de película fina de látex o poliuretano que deve ser inserida em torno do pênis ereto no momento do ato sexual. Com a camisinha devidamente vestida, os espermatozóides são impedidos de fecundar os óvulos da parceira em virtude da barreira criada.

Ela é um método anticoncepcional masculino extremamente eficiente e que, por não ser uma substância introduzida no organismo, praticamente não possui nenhum efeito colateral. Os poucos efeitos colaterais existentes estão relacionados à alergias sofridas pelo contato do látex com o pênis.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o preservativo apresenta uma eficácia de 98% contra a gravidez se for bem utilizada. Já se for usada intuitivamente e sem as orientações corretas, a eficácia cai para 85%.

Além da acessibilidade, preço e praticidade, a camisinha exerce um papel fundamental na proteção da saúde sexual. Pois atua na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DST), como a Aids.

Vasectomia

A vasectomia é uma cirurgia simples para homens que não desejam ter (mais) filhos. O procedimento consiste no corte do canal deferente que liga o testículo ao pênis, interrompendo assim o transporte do espermatozóide.

O homem continua tendo ejaculação durante o orgasmo, porém o sêmem é expelido sem a presença de espermatozóides, o que impossibilita a gravidez.

A vasectomia pode ser realizada por um urologista e o procedimento dura não mais do que 30 minutos. Vale salientar que o procedimento em alguns casos, como depois de 10 decorrido da operação, pode ser irreversível.

Sim, existem cirurgias que podem reconstruir o canal por onde passam os espermatozóides, mas não possuem 100% de eficácia.

Anticoncepcional em gel

O anticoncepcional em gel é um contraceptivo masculino que ainda está em fase de testes. Denominado Vasalgel, ele é aplicado diretamente nos canais deferentes que conduzem os espermatozóides dos testículos ao pênis.

O método não possui contraindicações e não altera o equilíbrio hormonal dos homens, como acontece geralmente com as pílulas anticoncepcionais..

O procedimento tem validade de 10 anos e pode ser revertido mais facilmente, diferentemente da vasectomia, quando o homem se arrepende e deseja ficar apto para ter um filho sua parceira. 

A reversão do procedimento é feita com a aplicação de bicarbonato de sódio na região dos canais deferentes. 

Injeção anticoncepcional

A Injeção anticoncepcional tem função parecida com a do Vasalgel. O procedimento é aplicado nos mesmo canais deferentes, bloqueando assim a ejaculação de espermatozóides.

A validade da aplicação é de 10 a 15 anos e também pode ser revertida com medicamentos específicos que liberam a passagem do espermatozóide. 

O método já foi testado, mas ainda enfrenta processos burocráticos de aprovação por órgãos reguladores de países, o que impede sua aplicação no momento.

Pílula anticoncepcional masculina

A grande dúvida que cerca a prática de métodos contraceptivos é a inexistência de uma pílula anticoncepcional masculina comercializada e distribuída da mesma forma que a pílula feminina.

Há muito tempo existe um debate ético acerca das mulheres levarem todo ônus de alteração hormonal que o medicamento acarreta, enquanto os homens não.

Adam Watkins, professor de Biologia Reprodutiva da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, em entrevista à BBC News, afirma que o maior desafio médico no desenvolvimento de um comprimido anticoncepcional masculino é o fato de que a mulher produz apenas um óvulo por mês, enquanto o homem produz milhões de espermatozóides.

Isso é, mesmo se limitássemos em 90% a produção de espermatozóides em uma pessoa, ela ainda continuaria fértil e teria chances de engravidar a parceira.

Ainda sim, existiram e existem esforços para a criação de uma pílula anticoncepcional para homens, mas que esbarraram nos efeitos colaterais. Testes feitos em 2016 foram interrompidos por que os homens que receberam a injeção do medicamento sofreram de:

  • aumento de espinhas na pele;
  • aumento acentuado da libido;
  • e transtornos de humor.

Entretanto, efeitos colaterais semelhantes ou piores encontram-se nas mulheres que tomam pílulas contraceptivas. Daí deriva o conflito ético de apenas as mulheres se responsabilizarem pelos problemas.

De qualquer forma, os estudos para uma pílula anticoncepcional masculina continuam e ela deve ser uma realidade em um futuro próximo.

Watkins acredita, inclusive, que o Vasagel seja uma importante alternativa no futuro dos tipos de anticoncepcional masculino.

Procure um urologista para tratar da sua saúde sexual

Tanto procedimentos contraceptivos quanto cuidado com disfunções sexuais, como problemas de ereção, perda de libido e ejaculação precoce, podem ser realizados por um médico urologista. Inclusive pode haver a prescrição de medicamentos de eficácia testada, como o Viagra e a Tadalafila, para cuidar dessas disfunções.

Uma simples marcação de consulta com um médico e seguindo o que for receitado pelo profissional. A realização de tratamento para problemas de saúde sexuais estão cada vez mais facilitados nos dias de hoje. 

Já é possível marcar consultas e ter atendimento personalizado por meio de plataformas de telemedicina direcionadas para disfunções sexuais.

  • Quer aprender como marcar uma consulta online com um urologista? Assista ao vídeo abaixo!

Gostou do conteúdo? Esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas sobre anticoncepcional masculino e que você saiba escolher qual medida preventiva combina mais com sua forma ideal de prevenção. Até a próxima!Esse artigo foi escrito pela Omens, plataforma direta, online e segura de acompanhamento da saúde sexual. Nossa equipe é formada por médicos urologistas certificados pela CRM e especificamente qualificados para teleconsulta.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Você sabe o que é ELTV?

24 de fevereiro de 2021

Você sabe o que é ELTV?

O Employee Lifetime Value (ELTV) permite que uma empresa produza dados sobre o rendimento dos seus colaboradores, no lugar de ter como base somente estimativas. A p...