Publicado por Veja Notícias no dia 23/02/2021 as 16:23

Fazer vídeos de exercícios em casa é uma excelente maneira de ajudar pessoas a melhorarem de vida. Afinal, muitos não têm dinheiro suficiente para pagar uma academia e treinar em casa se torna uma das únicas opções.

No entanto, é preciso ter claro em mente os motivos pelos quais você quer fazer isso. Em seguida, para ter sucesso, você precisa saber quem é seu público-alvo e como deve ser o seu local de gravação.

Preocupado em como descobrir essas coisas? Calma. Nas próximas linhas, você vai ver em detalhes tudo o que precisa para gravar vídeos em casa e mais. Confira!

Por que você vai fazer vídeos de exercícios em casa?

A motivação é a base para que você consiga realizar um bom trabalho. Dessa forma, não tente gravar vídeos de exercícios em casa para simplesmente ganhar visualizações ou dinheiro. Do contrário, será bem difícil dar certo nesse nicho.

Se pergunte o porquê de você querer fazer isso, o que vai motivá-lo todos os dias para produzir conteúdo sobre o tema? Isso é fundamental, pois as pessoas gostam de ver vídeos animados quando o assunto é exercício físico.

Nesse momento, pegar um bloco de anotação para colocar tudo o que vier em mente vai ser de grande ajuda. Após isso, basta separar os melhores motivos para você mesmo.

Ter noção de que milhares de pessoas não têm condições de pagar a mensalidade de uma academia e precisam praticar atividades físicas pode ser um excelente ponto de partida.

Para quem você vai gravar?

Após ter uma boa motivação para fazer vídeos de exercícios em casa, você precisa descobrir quem é o seu público-alvo e, se possível, definir uma persona.

Primeiro, vamos começar pela definição desses dois termos. Público-alvo é uma descrição genérica das pessoas que você deseja alcançar com o seu conteúdo. Veja um exemplo:

“Homens e mulheres, de 20 a 50 anos, casados ou solteiros, brasileiros de todos os locais do país, renda familiar de até R$ 3 mil, etc.”

Como você pode ver, basta se basear nas características que predominam entre as pessoas que consomem o tipo de conteúdo que você deseja produzir. Para descobrir essas características, observe pessoas que já fazem vídeos de exercícios em casa.

Após isso, você precisa definir uma persona, que é um personagem semifictício que representa o seu público-geral.

Diferentemente do público-alvo, a persona é mais específica e permite que você fale de maneira ainda mais íntima com quem segue o seu trabalho. Veja um exemplo:

“Com apenas o ensino médio completo, Roberto tem 23 anos de idade e está desempregado. Morando com os pais, sente que precisa melhorar a sua saúde física mas não sabe bem como começar. Sem dinheiro para fazer academia, Roberto procura uma forma de treinar com o peso do seu próprio corpo.”

A descrição dessa persona poderia ir muito além, desde que os dados que a compõem sejam reais. Com essas duas definições, gravar vídeos de exercícios em casa será muito mais fácil e assertivo.

Como é o local de gravação?

Ter um local de gravação bem definido e estruturado é essencial para se conectar com o seu público e transmitir a sua mensagem de forma clara. Afinal, não faria sentido gravar vídeos de exercícios em casa em um supermercado, correto?

Se possível, você deve ter um lugar reservado em sua própria casa para isso. Assim, seu público vai se identificar muito mais e ver que realmente é possível treinarem em suas casas.

Certifique-se de ter um bom isolamento acústico, uma boa iluminação e câmera. Claro, você pode começar com equipamentos mais simples, mas quanto mais profissional, melhor.

Agora, só falta você aprender a divulgar o seu conteúdo e é isso que vai aprender no próximo tópico!

Como você vai divulgar os vídeos de exercícios em casa?

Você já está criando excelentes vídeos de exercícios em casa e publicando eles em suas mídias sociais, mas como alcançar o maior número de pessoas possível?

Basicamente, o seu conteúdo deve ser relevante e de fato ajudar o seu público, essa é a base para ter um bom alcance.

Como você já fez isso ao seguir as dicas deste post, foque em estimular o engajamento no Instagram e em outros locais, como o próprio YouTube. Peça para as pessoas compartilharem, comentarem e curtirem, pois tudo isso ajuda.

Se quiser ser um pouco mais radical, aprenda o básico de tráfego pago e divulgue o seu canal por meio de anúncios. Não desista e você vai ter sucesso!

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos