Pet

Cães e gatos: conheça os diferentes tipos de pelagens entre os animais

Cães e gatos: conheça os diferentes tipos de pelagens entre os animais

Publicado por Veja Notícias no dia 22/10/2021 as 19:55

A natureza tem uma grande variedade de espécies e de pelagens diferentes, em grande parte pelo potencial de diversidade que as raças de animais possibilitam, tanto cães quanto gatos e outras espécies.

Cães e gatos: conheça os diferentes tipos de pelagens entre os animais

Cada tipo de pelagem traz mais originalidade para uma determinada raça, dando um tom e um estilo único que muitas vezes faz os tutores de animais domésticos se apaixonarem ainda mais por seus protegidos e saiam com eles em um peitoral para cães para passear.

Muitos tutores ainda vão além, procurando formas de deixar o animal ainda mais elegante com penteados especiais e tosas únicas, que precisam de determinados cuidados e informações importantes para você conseguir destacar com mais qualidade seu pet.

Por isso, é importante conhecer os tipos diferentes de pelagem e identificar os principais cuidados que podem ser tomados para um cuidado melhor de seu cão ou gato, principalmente se a pelagem exigir alguma atenção especial ou algum item como um serviço de limpeza profissional.

Origem dos tipos diferentes de pelagem

Embora o consenso comum é que os pelos em cães e gatos servem para proteger os animais, eles acabam sendo muito mais do que isso.

Suas origens distintas carregam diversas marcas importantes para determinar uma série de informações destes animais.

Muitas vezes, o tamanho ou coloração dos pelos são uma estrutura genética, resultado de anos de adaptação dos antepassados do animal e dos recursos do ambiente em que viviam, como clima e terreno.

Essas características impactam até mesmo os itens que são necessários no dia a dia, como uma escada metalica que pode ser usada por animais de pequeno porte ou com pelos longos para subir no sofá ou na cama dos seus tutores sem se machucar.

Dessa forma, a pelagem acaba se tornando uma ferramenta de avaliação importante, muitas vezes ligada diretamente à origem do animal e das temperaturas que os ancestrais da raça tiveram que suportar para sua sobrevivência.

Alguns cães, como é o caso da raça Husky Siberiano, possuem uma pelagem adequada para suportar um clima frio, neve e outras mazelas de temperaturas negativas. Por outro lado, animais de origem em países quentes costumam ter pelos mais curtos.

O mesmo não acontece de forma tão visível com os gatos. Embora a pelagem também ajude a entender a geolocalização e a origem das raças, a pelagem felina tem uma ligação muito mais próxima com os padrões e cores.

Dessa forma, a maioria dos gatos podem ser diferenciados pela coloração se colocados juntos em um galpão de lona, por exemplo.

Para compreender melhor essas diferenças e o que cada tipo de pelo tem a dizer sobre os animais em questão, é fundamental saber suas características, entendendo até mesmo como tosar ou como escolher bons produtos para os animais.

Os produtos químicos, como shampoos e condicionadores, podem acabar gerando alergias na pele do animal se não forem escolhidos com cuidado.

Além disso, esse tipo de informação é muito importante para identificar a quantidade de aplicação de um determinado produto em um pet, como o uso de um cabo flexivel para coleira.

Tipos de pelagem canina

Os tipos de pelagem específicas de cães podem ser divididos por comprimento e textura.

Eles identificam uma série de informações sobre os animais, como cuidados especiais que precisam ser trabalhados em cada tipo de pelo ou outras informações importantes sobre a raça.

Pelagem curta

Os cães de pelagem curta são muito comuns, e normalmente têm origem em países de climas mais quentes. Estes pêlos costumam ser curtos e finos, podendo ser escovados em intervalos mais longos.

Para uma escovação efetiva desse tipo de pelo, o ideal é a rasqueadeira, mas é preciso tomar muito cuidado, uma vez que o pelo fica muito perto da pele do animal e o equipamento pode acabar causando ferimentos ou alergias nos cães.

A proteção da pele também é menor nesse caso, por conta da finura dos pelos. Por isso, animais com pelagem curta não devem ser expostos a temperaturas extremas, sejam elas muito baixas ou muito altas.

A exposição dos animais a climas intensos pode gerar uma série de complicações, como hipotermia no caso de temperaturas muito frias ou queimaduras em ambientes quentes demais, que podem causar dor e irritação na pele do pet.

Diante disso, converse com um veterinário de confiança para saber o melhor tipo de isolamento térmico isopor ou de outro material para proteger o seu bichinho.

Dentre as raças mais comuns com esse tipo de pelagem, o principal destaque são os bulldogs e os pugs, duas raças muito queridas pelos tutores, e que têm ganhado cada vez mais visibilidade entre cuidadores de cães.

Pelagem longa

Cães com pelagem longa costumam ter no caimento do pelo seu grande charme. Este tipo de animal, entretanto, requer uma série de cuidados especiais para que você o mantenha saudável e em segurança.

A escovação, por exemplo, deve ser uma rotina diária, e uma prioridade nos cuidados com o pet. Isso acontece porque seus pelos são muito finos e surgem em profusão, o que aumenta consideravelmente o risco de se criarem nós.

Dentre as raças mais comuns de cães com pelos longos, podemos citar:

  • Shih-tzu;
  • Maltês;
  • Lhasa-Apso;
  • Golden Retriever.

O tamanho do pelo também deve ser avaliado frequentemente, identificando o momento certo da tosa.

Um pelo muito grande pode atrapalhar o animal em sua caminhada ou mesmo em sua visão, se os pelos começarem a cair nos olhos, correm o risco de causar infecções se não for cuidado corretamente.

Pelagem dupla

A pelagem dupla é um formato muito especial. Embora sua aparência seja mais áspera, o pelo em si é macio por dentro, o que é uma característica muito comum em cães provenientes de temperaturas muito frias.

Neste caso, a pelagem é uma camada de proteção contra a temperatura extrema a qual as raças foram expostas, e por isso há uma preocupação com esse formato.

Dentre as espécies mais comuns de terem esse tipo de pelagem, podemos considerar o Husky Siberiano e o Pastor Alemão, espécies que são acostumadas com climas frios.

Uma contrapartida para esse tipo de raça é que nem sempre eles se adaptam a climas muito quentes, o que força muitos tutores a terem que encontrar novos lares para estes animais em cidades mais frias.

Pelagem de gato

Para os gatos, a coloração é o ponto de destaque. Junto de desenhos na pelagem, são o grande diferencial entre as raças. Esse tipo de informação pode ficar em um registro gaveta para facilitar sua pesquisa.

Além disso, quando estiver fazendo a limpeza dos gatos, o ideal é procurar tipos de shampoo específicos para felinos, uma vez que estes produtos conseguem manter o óleo natural necessário para a pele dos gatos.

Escamas

O padrão de escamas é muito comum e gatos com este tipo de pelagem apresentam as cores preto e laranja, com algumas pontas brancas em algum caso. As cores surgem de forma misturada pelo corpo do animal.

Em estudos de pelagem de gatos, nota-se que a maioria dos animais que possuem esse padrão de pelagem são fêmeas.

Pelagem sólida

Esse tipo de pelagem representa todos os gatos que nasceram de apenas uma cor. Entretanto, este modelo não se aplica aos gatos que nascem com a cor branca, que não é considerada uma cor para esta finalidade.

Os gatos brancos são aqueles que nascem com manchas que vão se perdendo com o tempo, e por isso eles não integram este padrão específico.

Tabbys

Este é um tipo muito comum de gato, também conhecido como gato rajado ou “tigrado”. Embora normalmente exista um padrão para estas listras existirem, isso não é uma regra a ser seguida.

Entretanto, quase todos os gatos desse tipo de pelagem tem um desenho na testa muito similar a letra M, um padrão que dificilmente deixa de ser seguido.

Golden

Os gatos dourados ou com nuances em branco são uma espécie um pouco mais incomum, mas que muitas pessoas procuram para adotar. Normalmente, o nariz desse tipo de gato tem o contorno preto.

Os olhos dos gatos golden costumam ser verdes ou cor de cobre, uma característica própria da espécie que o torna ainda mais bonito e desejado.

Frajola

O frajola recebeu seu nome graças a um famoso desenho animado, o que popularizou este tipo de pelagem. Tratam-se de gatos pretos e brancos com manchas no rosto.

A pelagem, de acordo com os especialistas, é uma das principais fontes de compreensão do comportamento destes animais, o que pode dizer muito sobre cada um deles.

No caso dos frajolas, o que predomina esse tipo de animal é um jeito divertido e brincalhão, ideal para animais domésticos.

Conclusão

Compreender a pelagem dos animais é um passo importante para que você consiga identificar suas características e para organizar-se para cuidar efetivamente do tipo de pet que você escolheu, desde os cuidados básicos até a destinação de resíduos.

Cada um destes tipos de animal precisa de uma série de cuidados específicos que vão desde o banho e tosa a alguns outros elementos, como alimentação e cuidados com a saúde em geral.

Portanto, quando você conhece o básico sobre seus pets e os outros animais que podem ter um convívio com seu bichinho de estimação, é muito mais fácil lidar com qualquer situação que se apresente.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Você pode ter interesse em:

Como funcionam as cápsulas de café reutilizáveis?

Como funcionam as cápsulas de café reutilizáveis?

Estar feliz o tempo todo. É possível?

Estar feliz o tempo todo. É possível?

Os benefícios para seu negócio ao dar amostras grátis

Os benefícios para seu negócio ao dar amostras grátis

Como funciona a drenagem linfática?

Como funciona a drenagem linfática?

Como montar um negócio de massas frescas?

Como montar um negócio de massas frescas?

História do Rio de Janeiro: origem, turismo e curiosidades

História do Rio de Janeiro: origem, turismo e curiosidades