Geral

Indicador de incerteza da economia sobe em junho, aponta pesquisa

Publicado por Veja Notícias no dia 13/07/2021 as 01:07

O mês de junho foi marcado pelo aumento do Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br). A pesquisa foi realizada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre).

Os meses de abril e maio apresentaram queda nos indicadores. Contudo, em junho houve um aumento de 2,4 pontos para, 122,3 pontos. O motivo principal desse aumento é sem dúvidas a pandemia da Covid-19. Outros fatores como crise hídrica  e os desdobramentos da CPI da Covid, contribuíram para esse aumento significativo.

Em fevereiro de 2020, antes da chegada da pandemia no Brasil, o indicador marcava 7,2 pontos. Diante dessas incertezas econômicas, os fundos de previdência privada, vem se tornando a oportunidade mais procurada para quem deseja investir.

“Além das incertezas com relação aos rumos da pandemia e às dificuldades enfrentadas nas campanhas de vacinação, a alta do Indicador de Incerteza em junho contou com novos ruídos, como a possibilidade de uma crise energética e o desenrolar da CPI da Covid-19 e da reforma tributária no congresso“, afirma a economista da FGV Ibre Anna Carolina Gouveia, em um comentário no relatório.

Em março, os pontos subiram para 8,3% por conta do aumento de casos relacionados a covid-19. Já em abril  a queda foi de 7,1 pontos, enquanto abril caiu 9,5 pontos. Ainda segundo Anna Gouveia, o nível adequado seria abaixo de 110 pontos.

“O indicador de abril de 2020 chegou a um patamar muito elevado por causa da pandemia e depois houve uma queda. No final de 2020 e início de 2021 desacelerou e teve algumas flutuações. Em junho, voltou a subir. O nível atual é considerado alto e ainda está 7,2 pontos acima do período pré-pandemia”. 

Entenda o que é um indicador de incerteza da economia

O indicador de incerteza da economia, é responsável por calcular as incertezas na economia brasileira. As informações são coletadas com base em jornais e as expectativas esperadas pelo mercado financeiro.

Esse indicador de incerteza, é composto por 3 vertentes:

IIE-Br Mídia

Se baseia na frequência das notícias que saem na mídia impressa e online voltada para a incerteza econômica. Utiliza os padrões de cada jornal. Entretanto é considerada a vertente de maior peso.

Segundo o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, são analisadas mais de 30 mil notícias no mês.

IIE-Br Expectativa

Essa vertente existe através das previsões estimadas pelos analistas. Utilizam como base a pesquisa Focus do Banco Central do Brasil para saberem a taxa de câmbio e a taxa Selic sempre 12 meses à frente. Além disso, estimam o IPCA acumulado para o próximo ano.

IIE-Br Mercado

Baseado na volatilidade dentro do mercado financeiro estima a incerteza junto as variantes e seus respectivos riscos ao mercado financeiro. Auxilia nas diferenças de valores diante do fechamento do IBOVESPA.

O IIE-Br Mídia, caiu 8,4 pontos, essa queda contribuiu -7,3 pontos para o IIE-Br do mês em vigência. Enquanto isso o IIR-Br Expectativa, sofreu uma queda de 9,8 pontos contribuindo para -2,2 pontos no índice.

Os indicadores de incerteza da economia brasileira costumam ser coletados sempre entre o dia 26 do mês anterior, até o dia 25 do mês vigente.

Como ficará a incerteza na economia a longo prazo?

A incerteza na economia preocupa toda a população. Segundo a especialista Anna Gouveia, esse patamar financeiro dificilmente ficará confortável em um curto período de tempo. Essa observação se deu após o aumento no mês de junho.

Além dos indicadores estarem acima de 115 pontos, o país enfrenta um período pandêmico. Mesmo que a vacinação possa contribuir para a diminuição desse indicador, existem outros fatores capazes de mudar esses números. O principal deles, são os orçamentos aprovados em meio a piora da pandemia.

“Não creio que o indicador vá voltar a níveis confortáveis no curto prazo. Dificilmente volte aos 110 pontos” resumiu Anna Carolina Gouveia.

Conheça os principais indicadores econômicos

Para saber o porquê do índice ter aumentando, é necessário acompanhar os índices econômicos de forma correta. São esses indicadores que ajudam a prever o crescimento ou desaceleração da  economia brasileira. São eles:

PIB- Produto Interno Bruto

O Produto Interno Bruto, ou PIB como é popularmente conhecido, calcula toda a atividade econômica gerada em uma região baseada em um período de tempo.

IPCA- Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo

O IPCA é mensalmente calculado pelo IBGE. É responsável por verificar toda a inflação do país. É considerado uma ferramenta essencial para investidores.

Taxa Selic

A taxa Selic, nada mais é do que a taxa básica de juros diante a economia. Ela regula toda a atividade econômica no país. Quanto mais barata a taxa Selic, mais barato fica o crédito para compras.

Desemprego

O índice de desemprego também é um indicador. Ele é capaz de verificar a quantidade de desempregados e trabalhadores informais.

Como a incerteza afeta a economia ?

A incerteza econômica afeta principalmente as decisões de consumo, emprego e investimentos. Nesse momento, algumas empresas acabam deixando de investir e aumentar sua produção. Quando isso ocorre, as vagas começam a ficar escassas e o desemprego aumenta.

Ademais, essa incerteza prejudica as decisões relacionadas a consumo e investimentos. Dessa maneira, fazem com que o Produto Interno Bruto (PIB)  seja menor, reduzindo assim o valor de um produto.

É possível analisar que uma incerteza econômica elevada, proporciona efeitos negativos perante as atividades do cotidiano. Prejudicando assim, a recuperação dos níveis econômicos. 

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

O que é gestão de conflitos?

27 de julho de 2021

O que é gestão de conflitos?

Todos nós nos deparamos com vários conflitos em nosso dia-a-dia. Conflitos com pais, amigos ou cônjuge, e também aprendemos a resolvê-los porque eles estão próximos...