Publicado por Veja Notícias no dia 16/06/2021 as 22:32

Descobrir uma mentira pode não ser muito fácil, mas na grande maioria das vezes, não é tão difícil quanto parece. Isso porque, geralmente, pessoas comuns não lidam com mentirosos “profissionais” ou atores e pessoas que são mestres na arte de iludir.

No dia a dia, pessoas comuns, que costumam dizer a verdade na maior parte do tempo, às vezes se veem em situações em que mentir parece ser a melhor ou única saída, e são justamente essas pessoas que são mais facilmente detectáveis, quando estão contando uma mentira.

Descobrir uma mentira através das expressões corporais

Segundo o especialista em comportamento Paulo Sergio de Camargo, autor do livro “Não minta para mim: psicologia da mentira e linguagem corporal”, um leigo costuma acertar apenas 50% das vezes em que tenta identificar um mentiroso pela sua postura, enquanto um especialista consegue realizar a percepção correta em aproximadamente 65% das vezes.

Sinais de Mentira

Alguns sinais são clássicos quando o assunto é como descobrir uma mentira, mas é importante ter em mente que eles, por si só, não servem para denunciar um impostor. Saiba quais são:

Tapar a Boca

Tapar a boca enquanto fala, segurar o queixo ou encostar um lápis ou outro objeto nos lábios enquanto fala, são alguns sinais de desconforto com o que está sendo dito.

Podem ser sinais de uma mentira, de timidez ou incerteza sobre o que está sendo falado.

Desviar os Olhos

Há mentirosos capazes de repetir uma mentira incontáveis vezes, sem desviar o olhar por nenhum segundo, porém, a maioria das pessoas se sente intimamente constrangida ao contar uma mentira e isso pode fazer com que o olhar vá em outra direção, que não seja a do interlocutor.

Por outro lado, é importante levar em conta que é natural que uma pessoa olhe para baixo quando se sente triste com uma fala ou que olhe para cima enquanto tenta buscar uma memória.

Pessoas inseguras ou reprimidas também podem desviar o olhar durante uma conversa, o que não significa que estejam mentindo.

Cruzar as pernas, os braços ou entrelaçar os dedos

A mentira gera um estado de alarme e ansiedade na maioria das pessoas.

Para controlar o que estão sentindo, é comum que essas pessoas busquem se proteger, colocando os braços em frente ao corpo, cruzando as pernas para sentir mais firmeza ou entrelaçando os dedos para sentir mais segurança.

Situações ameaçadoras e constrangedoras também podem trazer essa reação, então é necessário ter a percepção do momento antes de julgar o interlocutor como mentiroso.

Movimentos Assimétricos

É natural que um mentiroso tente demonstrar falsa segurança sobre o que está dizendo e uma ação natural dessa demonstração é o movimento de apenas um lado do corpo.

Levantar um ombro, esticar uma perna, erguer uma sobrancelha, estalar os dedos de apenas uma mão…

Esses movimentos que tentam demonstrar excesso de relaxamento diante da situação podem ser um disfarce inconsciente, realizado pelo contador da mentira.

Olhos em Alerta

O estado de alerta causado pela mentira pode fazer com que a pessoa pisque menos enquanto está falando.

Mão no Rosto

É comum que quem conta uma mentira toque mais vezes o rosto, seja coçando o nariz ou mexendo na barba ou em alguma imperfeição da pele.

Isso é um sinal de desconforto e insegurança que pode estar ligado à mentira ou a uma situação constrangedora ou diferente do que a pessoa está acostumada a viver.

Distância de Segurança

Mentir é uma ação desconfortável para grande parte das pessoas, independentemente do motivo que as levem a fazer isso.

Para evitar que o desconforto seja ainda maior, é natural que o mentiroso tente se distanciar do seu ouvinte.

Falar enquanto sai andando é uma prática comum, principalmente quando o objetivo é não ouvir perguntas sobre o que está sendo falado.

Outra prática comum é inclinar o corpo para trás quando se está sentado, tentando afastar o tórax da pessoa que está ouvindo a mentira. Se você quer saber como descobrir uma mentira, tem que ficar atento a esses sinais.

Quando em pé, é normal que a pessoa busque se apoiar na perna de trás e que dê um passo para trás poucos segundos depois de uma aproximação do ouvinte.

Considerações Finais

Embora seja possível combinar todos os fatores acima para analisar qual é a probabilidade de estar lidando com um mentiroso, Ormerod, professor de Psicologia da Universidade de Sussex, na Grã-Bretanha, esclarece que “Não existem sinais consistentes que sempre apareçam junto com a mentira. Eu rio, mas outros ficam mais sérios. Alguns olham nos olhos, outros evitam”.

Segundo um detetive profissional a melhor forma para descobrir uma mentira é utilizando a intuição e o espirito crítico, a dedução bem aguçada e unida com a paciência obtém-se as melhores informações, sob o modus operandi do mentiroso. A certeza é excepcionalmente importante para não correr o risco de acusar, ou pior ainda, condenar uma pessoa inocente por um erro que não cometeu ou uma mentira que não contou.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Por que os jovens trocam tanto de emprego?

17 de maio de 2021

Por que os jovens trocam tanto de emprego?

Mais do que planos de cargos e salários, os jovens querem dividir melhor suas vidas pessoais e profissionais e, graças a suas características de urgências e novos m...

Como trabalhar em casa na internet

21 de julho de 2021

Como trabalhar em casa na internet

A internet se tornou um meio de ganhar a vida tão promissora quanto a advocacia, trabalhar no setor bancário ou qualquer outra profissão. De acordo com o que você f...