Geral

8 dicas para controlar o acesso de pessoas ao seu evento

Publicado por Veja Notícias no dia 16/06/2021 as 22:32

Na organização de um evento, é essencial cobrir o máximo de detalhes possíveis.

Afinal, o que é controle de acesso? A tendência atualmente é o acréscimo do emprego de medidas de segurança e de tecnologia, atuando em função do sistema de controle de acesso em lugares, como: clubes, bancos, casas de show, estádios, boates e outros tipos de lugares com grande fluxo de pessoas.

É normal ver câmeras de vídeo, catracas, detectores de metal, seguranças contratados, e outros tipos de métodos de controle. Mesmo que, de vez em quando, o objetivo do método não seja impossibilitar a entrada, mas sim, obter um registro de quem esteve no lugar.

Esse modo de controle de acesso pode ser observado até em padarias de bairro, que tem sinetas ou sensores nas portas, produzindo um som para informar sempre que alguém entrar no local.

Sabendo de suma importância, verifique a seguir 8 dicas de como fazer o controle de acesso de pessoas de forma eficaz no seu evento:

1. Uma boa equipe de segurança

Mesmo tendo diversos métodos de controle, praticamente, nenhum deles libera uma boa equipe para tomar conta da segurança e da fiscalização.

A tecnologia pode auxiliar a reduzir o número de funcionários necessário para que se controle entrada e saída de pessoas, mas não descartar totalmente.

É essencial contar com uma boa equipe, adequadamente preparada, equipada e treinada para resolver qualquer possível caso. Seja para ficar na portaria, fiscalizar, observar as câmeras ou zelar, o funcionário tem que manter-se sempre ligado e preparado a auxiliar e informar o público se preciso for.

2. Contagem de pessoas

Fazer a contagem de pessoas que acessam o lugar, para registro, é um bom modo de saber quem de fato esteve no local. Se no final, o número de pessoas que foram, for maior que o número previsto, provavelmente tenha acontecido um problema de segurança.

3. Uso de crachás

O uso de crachás é um bom recurso para manter o controle de pessoas. Normalmente, os crachás são utilizados apenas para funcionários, mas é possível ser utilizado para o público também, em feiras, por exemplo.

A obrigatoriedade da utilização de crachás de identificação auxilia no sistema de controle de acesso de pessoas. Podem ser utilizados crachás genéricos de visitante, para identificar as pessoas que têm autorização de acesso, ou personalizados.

4. Pulseiras de identificação

Entregar pulseiras de identificação para eventos na entrada é uma forma de fiscalizar quem acessa as várias áreas do evento. Podem ser utilizadas em conjunto às etiquetas de identificação ou podem ser genéricas.

A diferenciação de convidados e pessoal por meio de cores distintas pode auxiliar, e muito, a equipe de segurança, pois se torna dispensável realizar abordagens que poderiam até constranger os convidados. Pulseira com lacre autodestrutivo são  importantes para assegurar que não haja compartilhamento de pulseiras.

5. Catracas

Às vezes, não é a melhor forma de se controlar a entrada, mas com certeza, para maioria das situações, ela é bem útil. Podem ser acrescentado a sistemas de identificação para atuar em conjunto com crachás, ou leitores de códigos de barras, por exemplo. Para eventos com público menor, pode ser utilizada a liberação manual por alguém da equipe de segurança.

6. Ingressos com canhoto

Possivelmente o método de controle mais utilizado. Os ingressos com canhoto podem ser alinhados com vários outros modos de controle. E além de contar o número de pessoas, pode ainda reconhecê-las.

7. Câmeras

Um monitoramento por meio de câmeras de vídeo é um bom modo de se reconhecer pessoas suspeitas, e ter registro de todos que entraram em seu evento.

Um bom sistema de câmeras pode reconhecer infratores e controlar mais lugares, com um menor número de funcionários. Sem cita que uma câmera pode registrar ao que sem querer o segurança não se atentou, sendo assim, um bom método.

8. Software de identificação

Podem apresentar-se atuando em conjunto com outras medidas, de diversos modos:

  • Aliados a leitores magnéticos;
  • Aplicativos de celular;
  • Funcionários;
  • Leitores de códigos de barras;
  • Sensores;
  • Câmeras de vigilância, entre outros.

Softwares de identificação têm sido bastante usados, por possibilitarem um registro digital confiável. Alguns estádios de futebol usam software de controle de acesso por identificação facial em suas câmeras para identificar torcedores problemáticos que já foram fichados anteriormente.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos