Publicado por Veja Notícias no dia 13/07/2021 as 01:13

As taxas em investimento costumam ser uma grande preocupação de muitos brasileiros, afinal, quanto mais altas as taxas, maiores os prejuízos para os investidores. O conteúdo a seguir, vai te ajudar a entender como ocorrem essas cobranças e como evitá-las! Confira agora e boa leitura!

Os investimentos que percorrem o mercado financeiro, são compostos por impostos e principalmente por taxas. O governo é o responsável pela cobrança dos impostos, enquanto as taxas ficam por conta das instituições financeiras, em sua maioria bancos.

De antemão, aumentar os valores de investimentos vem sendo um grande desafio, isso por conta da situação econômica do país atualmente. Ainda assim, investir em previdência empresarial é um excelente planejamento para o futuro. Afinal, é um investimento a longo prazo, que pode ser utilizado como um complemento para aposentadorias sem ter ligação com o governo.

A taxa de investimento presente na economia brasileira fechou em 2020 com 16,4%, acima do valor no ano de 2019, do qual fechou em 15,4%. Segundo especialistas, o aumento das taxas se deu justamente pelo aumento do PIB (Produto Interno Bruto).

Já em 2021, com o aumento do PIB no primeiro trimestre, a taxa de investimento subiu para 19,4%. Dessa forma, esse aumento significativo foi considerado o melhor desempenho desde o ano de 2014.

Contudo, de acordo com os dados do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), a taxa de poupança ficou em 20,6% no primeiro trimestre de 2021. Com isso, pode-se observar que a Formação Bruta de Capital Fixo, apresentou um avanço de 17%, sendo a maior taxa desde 2010.

Entenda como as taxas de investimentos são cobradas

As taxas são tributos exigidos pelas instituições financeiras. São impostas pelo governo para que o uso de alguns serviços seja liberado. Em investimentos, essas taxas são cobradas de acordo com a parcela do investimento. É a junção entre capital fixo e o Produto Interno Bruto (PIB).

Veja alguns tipos de taxas cobradas em fundos de investimentos:

Taxa administrativa

Refere-se aos serviços administrativos realizados sobre os investimentos. Seu valor se dá com base no total que é possuído no momento.

Taxa de performance

É cobrada apenas se o rendimento dos investimentos superarem um limite pré-determinado. A cobrança acontece apenas sobre o valor ultrapassado.

Taxa de carregamento

Uma porcentagem que se destina a ser cobrada quando existe depósito ou retirada no investimento. A cada quantia que é investida ou retirada uma parte se destina a previdência privada, enquanto outra fica com a instituição financeira.

Taxa de custódia

Cobrada mensalmente para continuar armazenando títulos ou ações dos investidores. Pode ser taxada como valor fixo ou uma porcentagem sobre os valores investidos.

Taxa de corretagem

Considerada uma espécie de comissão, é paga ao corretor que promove a intermediação entre investidor e instituição financeira.

Comissões

A taxa de comissão é o valor definido para pagar os investidores caso o investimento apresente lucros.

Principais impostos

Além das taxas, os impostos estão presentes em qualquer investimento. Os mais conhecidos são IOF e IR. A cobrança dos impostos é realizada sobre o rendimento e não sobre o capital de investimento. Quando não existem rendimentos, não existe a cobrança desses impostos.

A seguir, os impostos que são cobrados, e como eles funcionam:

IR-Imposto de Renda

O Imposto de Renda é um tributo cobrado pelo governo todo ano. Esse valor é calculado sobre os ganhos, sejam de pessoas ou empresas. O valor pago é de acordo com os investimentos declarados. Dessa forma, maiores investidores pagam maiores taxas.

IOF-Imposto sobre Operação Financeira

A cobrança do IOF, é feita seguindo uma tabela, suas taxas vão de 3% a 96%. Essa cobrança ocorre quando o valor do investimento é sacado dentro de 30 dias.

Exemplo: Se for sacado um valor no primeiro dia de investimento, a taxa cobrada é de 96%. Quando é sacado no último dia essa taxa diminui para 3%.

Não se esqueça, quando o saque é feito após os 30 dias de investimento, as taxas de IOF não serão cobradas.

Perfil do Investidor

Cada investidor possui um perfil único. Esses perfis são definidos com base na sua vontade de investir. O perfil de investidor serve para definir em qual você se encaixa. Essa divisão de perfis é uma exigência decretada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). A CVM é responsável por cuidar da regularização dos investimentos.

A Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais), definiu a existência de 3 perfis investidores, confira:

Perfil conservador

Tem mais medo de correr riscos, gosta de investir naquilo que não apresenta riscos. Ele quer ter ganhos e não quer correr riscos, com isso acaba deixando de lado maiores rentabilidades.

Perfil moderado

Esse perfil costuma se arriscar mais, porém com cautela. São investidores que se preocupam com a segurança de seus investimentos e que estudam todo o mercado financeiro. Assim, dificilmente cai em golpes.

Perfil arrojado ou agressivo

Esses investidores são conhecidos por gostarem de arriscar. Eles correm risco apenas para garantir maior rentabilidade dos seus investimentos. Costumam investir em ações e aplicações variáveis.

Para ser um bom investidor não basta apenas ter o perfil. É necessário possuir inteligência emocional e conhecer taxas e tributos. Fazer uma breve pesquisa sobre o assunto, pode te ajudar na hora de se tornar um investidor.

Outro ponto crucial é conhecer o mercado financeiro e entender a atual economia do país. Feito isso, escolha uma instituição financeira que se enquadre com as suas expectativas e apresenta as menores taxas.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Como descobrir uma mentira?

8 de junho de 2021

Como descobrir uma mentira?

Descobrir uma mentira pode não ser muito fácil, mas na grande maioria das vezes, não é tão difícil quanto parece. Isso porque, geralmente, pessoas comuns não lidam ...