Publicado por Veja Notícias no dia 02/12/2021 as 19:52

O mercado financeiro vem sendo impactado pelos diversos avanços tecnológicos que surgem, com a proposta de mudar um pouco o setor e tornar cada vez mais fácil para as pessoas gerenciarem seus gastos.

Quais as tendências para o setor de fintechs?

Durante o ano de 2020, em meio à pandemia, as instituições financeiras cresceram e receberam mais investimentos para continuarem operando de forma inovadora. O que se percebe é que, no Brasil, todo o ecossistema das fintechs está ganhando mais destaque pelo seu amadurecimento nos últimos anos.

Esse crescimento foi influenciado pelas diversas tendências que surgiram, com o objetivo de ter mais inovações acontecendo nesta área, para que ela receba mais investimentos. Pensando nisso, viemos aqui mostrar algumas das tendências que estão surgindo no setor das fintechs, para que elas possam se preparar estrategicamente.

PIX

Lançado em novembro de 2020, o PIX rapidamente se tornou uma das opções favoritas dos brasileiros para realizar pagamentos. Prova disso é que, em apenas um ano, a modalidade já se tornou a segunda forma mais utilizada para realizar pagamentos, ficando atrás apenas do dinheiro em papel.

Para os próximos anos, a tendência é que o PIX se fortaleça no mercado das fintechs brasileiras e torne o ambiente muito competitivo para empresas que fabricam maquininhas de cartão, que têm agora um concorrente que oferece opções mais baratas e simples de receber pagamentos à vista.

Mas, vendo pelo outro lado, a grande adesão a essa modalidade pode fazer com que as instituições financeiras precisem se reinventar para continuar gerando valor aos seus clientes.

Pagamentos instantâneos

Pagamentos realizados por aproximação ou QR Code também estão crescendo no mercado financeiro mundial, principalmente na China, que abre mais espaço para a criação desse tipo de infraestrutura.

Com os pagamentos instantâneos, os clientes não precisam mais do cartão físico para realizarem as suas compras. Se o consumidor possuir um QR Code ou um sistema de pagamento por aproximação em smartphones e smartwatches, já é possível pagar por qualquer compra de forma presencial.

Neste cenário, as empresas de bandeiras de cartão precisam tentar seguir o fluxo dessa nova tecnologia. Visto isso, é interessante que elas tentem criar produtos que sigam essa tendência para poderem se manter competitivas no mercado.

Mais investimentos

A tecnologia é o futuro, e, por conta disso, atualmente, estão sendo realizados muitos investimentos em negócios mais tecnológicos, incluindo aqui as fintechs, que podem dobrar de tamanho em pouco tempo se souberem utilizar os investimentos de forma estratégica.

Mas as fintechs precisam trabalhar para mostrar o seu valor no mercado e conseguir um bom número de investidores apoiando o negócio, principalmente as mais novas, que competirão ao lado de grandes players do mercado.

Open Banking

O Open Banking veio para revolucionar o sistema de dados financeiros, onde o próprio usuário poderá ser dono das suas próprias informações que são compartilhadas entre os bancos, sendo utilizadas para permitir o uso de alguns serviços financeiros.

Dessa forma, o monopólio de dados que os bancos tinham pode acabar, e, agora, o próprio cliente poderá decidir com qual instituição financeira vai compartilhar seus dados. Isso pode gerar uma competição maior entre as fintechs, que vão ter que descobrir meios de atrair esse cliente.

Serviços financeiros incorporados

Está surgindo um novo conceito no mercado de fintech incorporada, que é quando empresas lançam produtos financeiros na sua própria interface, facilitando o acesso do usuário a esse tipo de produto.

Esse movimento está acontecendo porque, hoje, a possibilidade de realizar parcerias bancárias inspira as empresas, já que elas enxergam nisso uma forma de conseguirem se manter competitivas no mercado.

Por conta disso, vemos marcas como a Apple, que fabrica smartphones, começar a oferecer o Apple Pay para pagamentos. O mesmo ocorreu com a Amazon, que criou os serviços de Amazon Pay e Amazon Cash.

Dessa forma, os clientes não precisam pesquisar e conhecer novas instituições financeiras. Eles podem utilizar os produtos financeiros de empresas com as quais eles já estão acostumados e já mantêm um relacionamento.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Fachada de casa: Como planejar e decorar?

22 de setembro de 2021

Fachada de casa: Como planejar e decorar?

Em primeiro lugar, ao pensar na decoração de casa é natural que investimos mais na parte interna, pensamos em bons sofás, televisores e eletrônicos modernos, um bom...

Você pode ter interesse em:

Comprar ou alugar um imóvel: qual a melhor opção?

Comprar ou alugar um imóvel: qual a melhor opção?

Quais os principais regimes cambiais dos países?

Quais os principais regimes cambiais dos países?

Porque as empresas emitem ações?

Porque as empresas emitem ações?

Taxas em investimentos: Entenda como são cobradas

Taxas em investimentos: Entenda como são cobradas

Quais são os investimentos mais garantidos fora do país?

Quais são os investimentos mais garantidos fora do país?

Vale a pena solicitar um empréstimo pela internet?

Vale a pena solicitar um empréstimo pela internet?