Publicado por Veja Notícias no dia 06/10/2021 as 13:50

Qual é o seu padrão de gastos? Caso você tenha dificuldade em responder esse questionamento, saiba que todos temos um, ainda que não possamos identificá-lo.

Afinal, toda pessoa que administra seu salário e realiza gastos, toma decisões baseadas em seu planejamento financeiro pessoal. Em muitos casos, suas escolhas podem ser influenciadas por esse padrão, mesmo que você ainda não tenha a resposta de qual seja ele. 

A vantagem de você conseguir identificar o seu padrão de gastos e conseguir adequar ao seu orçamento, é só mais um passo para ter uma vida equilibrada. Lembre-se que para seu planejamento financeiro funcionar, é importante segui-lo firmemente e nunca esquecer das suas prioridades econômicas.

Quer entender mais sobre padrão de gastos e aprender como ele é importante para adequá-lo ao seu orçamento? Então continue a leitura deste artigo!

O que é padrão de gastos?

O seu padrão de gastos está inteiramente ligado à sua capacidade financeira. Ter uma noção do limite de seus dispêndios por um determinado período determina o quanto pode ser possível converter em gastos fixos e variáveis.

Ultrapassar os níveis médios e compatíveis da sua renda, pode acarretar uma realidade assustadora a longo prazo, por isso conhecer sobre educação financeira e respeitar seu orçamento é essencial para determinar o seu padrão de gastos.

Diferença de padrão de vida e padrão de gastos

Muitas pessoas têm dificuldade de compreender a diferença entre esses dois conceitos. Isso é ruim, já que pode agravar ainda mais a situação econômica de muitas famílias que estão com dívidas. 

Obter um padrão de vida divergente ao padrão de gastos cria uma sensação perigosa de inflar o seu hábito de consumo a itens fora da sua realidade.  Ter acesso a serviços e produtos em conformidade com sua renda não se traduz em descontrole de gastos, isso pode prejudicar em muito seu planejamento financeiro.

Identificando seu padrão de gastos

Atentar aos limites de seus compromissos financeiros, representa ter a real dimensão do seu padrão de gastos. Para entender melhor e identificar essa medida, deve ser observado e nomeado os principais gastos dentro dos últimos meses e separar as necessidades básicas dos gastos supérfluos.

Padrão de vida X Renda

Para maioria, o padrão de vida está intimamente ligado à renda gerada pelo indivíduo. Para entender mais, entenda os conceitos explicados abaixo.

Padrão de vida mais alto que a renda: o que fazer?

Sabe da máxima sobre nunca gastar mais do que ganha? Baseando-se no seu planejamento financeiro pessoal, que serve como guia, você deve repensar sobre suas despesas. Veja gastos importantes. Pense se não há como reduzi-los, como por exemplo, evitar usar tanto o ar-condicionado? Isso pode gerar uma economia na sua conta de luz.

Já com relação às outras despesas, sempre usamos o exemplo da TV a cabo. Você fica em casa para ter esse gasto? Muitas vezes, há certos custos que servem apenas para jogarmos dinheiro no lixo, ao invés de evitar esse consumo desnecessário. 

Se livre de dívidas

Permanecer com dívidas compromete muito a sua saúde financeira. Por isso, tente encontrar maneiras de evitar dívidas ou quando não puder, tente quitá-las o mais breve possível.

Um caso clássico é o cartão de crédito, já que quanto mais demoramos para pagar a fatura, mais juros serão atrelados. Sendo assim, caso alguma das suas contas esteja nessa situação, procure formas de negociar esses débitos. Seu planejamento financeiro pessoal agradecerá!

Planeje seu orçamento de acordo com sua renda

Mais uma vez: não gaste mais do que você ganha! Respeitar a sua renda não é só evitar uma bola de neve de dívidas, mas cuidar da sua saúde física e mental. 

O ideal, quando pensamos na educação financeira, é sempre bom ter de reserva 30% do seu salário sem nenhum tipo de gasto atrelado. 

Viva um degrau abaixo

Não pense que repensar seus gastos e viver de acordo com um padrão “mais baixo” é algo humilhante. Muitas vezes, para andar para frente, são necessários dois passos para trás. 

Ou seja, com cuidado e organização fica mais fácil seguir o planejamento financeiro e desfrutar de um futuro breve com tranquilidade econômica.

Use o cartão com consciência

Usar o cartão de crédito com consciência é saber reconhecer que ele é uma forma de pagamento e não um dinheiro extra mensal. Por isso, não se esqueça que o limite fornecido não é uma renda a mais e sim, uma maneira de flexibilizar seus gastos e com maior segurança.

Adquira bons hábitos financeiros

Ter bons hábitos financeiros é seguir os preceitos da educação financeira. É ter uma reserva de emergência, não gastar mais do que ganha, evitar dívidas, ter uma planilha ou aplicativo com todos seus gastos e receita anotados para conseguir saber tomar decisões. 

Procure ler artigos sobre educação financeira e comece hoje mesmo a mudar a sua vida econômica! 

Procure saber mais sobre educação financeira

Você conseguiu entender as diferenças entre padrão de gastos e de vida? Se houver alguma dúvida sobre o tema que possa ajudar no seu conhecimento sobre educação financeira, deixe nos comentários abaixo para que possamos te ajudar!

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos