Esporte

VAR: Saiba como funciona o assistente de vídeo no futebol

VAR: Saiba como funciona o assistente de vídeo no futebol

Publicado por Veja Notícias no dia 27/10/2021 as 08:14

Os avanços tecnológicos modificam uma série de atividade comuns ao cotidiano social, como nos métodos de comunicação, sociabilização, no mercado de trabalho e até mesmo em práticas esportivas. Uma mudança nesse sentido é com o papel do VAR no futebol.

VAR: Saiba como funciona o assistente de vídeo no futebol

Os esportes em si são práticas que evoluem com o tempo, adotando novas regras, estratégias e até mesmo novas concepções, criando-se novas modalidades.

É fácil acompanhar essas mudanças ao assistir aos Jogos Olímpicos de 4 em 4 anos, e perceber a presença de novas categorias e diferentes meios de competição, que não estavam presentes em uma cerimônia anterior.

No futebol, um dos esportes mais conhecidos e adorados pelo público brasileiro, a situação não é muito diferente, com diferentes regras sendo aplicadas entre cada partida que resultou na conquista de um título mundial da Copa do Mundo.

Mudanças essa que foram muito voltadas à segurança dos atletas, em busca de reduzir o número de acidentes no esporte, os intencionais e os sem esse propósito, a partir de punições especializadas aos jogadores que praticarem tais atos agressivos.

Até mesmo os equipamentos foram sendo modificados, como o peso e o material da bola, além da estrutura geral dos estádios e campos, sendo exigido a realização de um frequente laudo pericial estrutura metalica, de forma a se certificar sobre a segurança do local.

Muitas dessas modificações estavam voltadas à situação dos jogadores, mas para o público, a mudança mais perceptível se mostrou com a implementação do VAR, um sistema eletrônico que atua com o monitoramento das atividades em jogo.

A partir da utilização de um avançado programa de vigilância, por meio de um eficaz sistema de áudio e vídeo, tornou-se possível analisar lances, conferir irregularidades, entre outras questões, trazendo o que público vê na tela da TV para dentro dos jogos.

Algo que desde a sua implementação levanta uma série de polêmicas pelos jogadores, espectadores e associações esportivas que discordam dessa ferramenta, ainda em fase de efetivação. Contudo, antes de criticá-lo, é importante de fato conhecer o seu funcionamento.

Como funciona o VAR?

O VAR (Video Assistant Referee), age justamente como o seu nome indica, sendo um assistente de vídeo para os árbitros, de forma a identificar certas particularidades que podem passar despercebidas pelo mediador responsável por uma partida.

Uma situação não muito diferente entre os mais diversos mercados, nos quais a inclusão de máquinas e diferentes tecnologias permitiram com que o trabalho humano fosse otimizado com o auxílio ou automatização completa dessas 

O mesmo acaba de chegar ao futebol por meio do VAR, uma tecnologia recente que com menos de 5 anos passou a ser adotada pelos mais diversos campeonatos esportivos, com foco no futebol tradicional, no qual esse sistema teve sua origem.

O primeiro uso do VAR como uma ferramenta de apoio aos serviços dos árbitros foi estipulado pela United Soccer League, o Campeonato da Liga Unida de Futebol, nos EUA, em agosto de 2016.

Desde esse evento teste o uso do VAR apenas se alastrou, tornando-se uma ferramenta essencial para as partidas, assim como a qualidade do gramado, o tipo de tela pra campo e de outros equipamentos necessários.

A maior confusão entre torcedores e atletas acaba sendo sobre as próprias funções do VAR, que não surgiu para substituir o papel do juiz, ou desafiar as suas decisões, mas sim dar um maior embasamento para as suas deliberações dentro de um jogo.

As câmeras de monitoramento, por exemplo, podem anular um gol, de acordo com alguma questão técnica, ao mesmo tempo um cartão amarelo se encontra independente dessas análises, por partir de uma decisão tomada pelo árbitro central.

Ou seja, o VAR tem a função de auxiliar em decisões que podem ter sido tomadas tendo como base uma análise errada, remediando tais efeitos, mas a decisão final costuma ser total do árbitro que trabalha com o apoio dessa ferramenta.

Em um nível que muitas confederações não exigem o uso desses equipamentos, deixando a decisão pelo o seu uso ou não para as regras a serem estabelecidas por competições individuais, levando em conta uma engenharia de avaliações para cada tipo de disputa.

Quando o VAR deve ser acionado?

Com a decisão de utilizar o VAR sendo transferida para cada competição esportiva, em conjunto com os árbitros esportivos, é comum que o uso dessa ferramenta possua particularidades diferentes diante de cada associação esportiva.

O que levanta um grande questionamento no público geral, que é sobre quando o VAR pode e deve ser utilizado, de forma a otimizar o sistema de regras em um jogo, e não trazer complicações para o esporte.

Entre os momentos nos quais esse equipamento de monitoramento se mostra útil estão:

  • Lances de penalidade;
  • Quando um gol é realizado;
  • Uso de cartão vermelho;
  • Caso haja algum tipo de infração.

Por outro lado existem situações nas quais o uso do VAR não pode ser acionado, tendo em vista algumas regras estipuladas sobre a sua utilização dentro de um jogo, como a necessidade um vídeo ser focado em um momento específico.

Ou seja, um time não pode pedir uma anulação de um gol com base em um movimento muito anterior a pontuação em si, mas esse recurso só serve para analisar momentos específicos, e não compreende a partida inteira, por exemplo.

Existe também a autoridade do árbitro que precisa ser respeitada no campo, com os lances baseados na interpretação desse juiz não podendo ser anulado por uma análise subjetiva de um sistema de câmeras.

Continua a prevalecer as decisões tomadas com base nos profissionais humanos, com VAR atuando apenas como um programa de auxílio, sendo necessário reconhecer as suas funcionalidades, assim um sistema de comando e sinalização em uma fábrica.

Tendo como plano de fundo um sistema que ainda levanta certa resistência pelo público e pelos atletas, é estranho pensar em como o VAR vem sendo adotado nos mais diferentes meios de competição, ainda além do futebol.

E a realidade por trás disso está nos diversos benefícios que esse sistema é capaz de trazer para as competições esportivas. Trazendo entre outras vantagens, a garantia de um jogo mais justo para ambos os times posicionados em campo.

Quais são os benefícios do VAR no futebol?

Entre os benefícios de se ter o VAR aplicado a uma partida de futebol está aquele que já foi muito abordado nesse texto, agindo inclusive como a principal função desse sistema eletrônico, que é:

Auxílio aos árbitros

Por se encontrar em um campo grande, com muitos jogadores em constante movimento desde o soar que dá início à partida, muitas vezes acontece do juiz perder algum lance específico, capaz de ajudar um time ou prejudicar a equipe adversária, além de ambos.

O VAR facilita essa relação de amplo monitoramento por trabalhar com diversas câmeras posicionadas em direção ao campo, assim como uma empresa de cabeamento estruturado precisa percorrer todo esse ambiente, trazendo a internet para tal sistema.

Com a ajuda desse equipamento os árbitros conseguem definir melhor as suas decisões, levando a uma maior reconhecimento sobre o que está acontecendo dentro do campo, assim como os telespectadores estão assistindo.

Uma partida mais justa

Com a ajuda do VAR as decisões técnicas passam a contar um sistema ainda mais profissional, permitindo que nenhum time seja prejudicado por uma sinalização errada, ou alguma pontuação que foi conquistada fora do padrão esperado.

O que ajuda também os times a montarem estratégias mais eficazes, tendo a certeza que estão contando com um sistema de monitoramento que irá averiguar o sucesso das suas táticas em jogo.

Como a realização de uma simulação acústica em um ambiente, garantindo que o som se propague da maneira correta em um show ou festival. O VAR traz esse tipo de certificação para as partidas.

Segurança para os jogadores

Existe também uma maior proteção para os próprios jogadores, com o sistema VAR analisando as suas atitudes em campo, garantindo que qualquer atleta que cometer de fato uma infração grave seja punido por suas atitudes.

Algo que a longo prazo faz com que os jogadores, independente do seu time, se sintam mais comedidos em cometer alguma falta, principalmente quando ela partir de um meio proposital, por saber que existe um sistema que irá identificar a sua transgressão.

De uma maneira geral é possível afirmar que o VAR tem a capacidade de trazer uma realidade mais propícia a práticas positivas no esporte, impedindo que diversos erros comuns sejam cometidos durante uma partida.

E mesmo que eles aconteçam, que os responsáveis sejam devidamente punidos, o que vale para uma infração física, como para um gol irregular. Só sendo necessários bons projetos elétricos, que alimentam esse sistema, junto a iluminação do campo.

A popularidade do futebol se dá muito pela frequente renovação dos seus torcedores e atletas, é normal que de tempos em tempos o próprio esporte se renove, o que acontece por meio do VAR.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Você pode ter interesse em:

10 dicas práticas para emagrecer

10 dicas práticas para emagrecer

O que muda com a reforma tributária? Saiba tudo!

O que muda com a reforma tributária? Saiba tudo!

Como aplicar autobronzeador corretamente?

Como aplicar autobronzeador corretamente?

Como escolher um curso de espanhol

Como escolher um curso de espanhol

Quais as tendências da moda infantil em 2021?

Quais as tendências da moda infantil em 2021?

3 melhores Cursos do Senac

3 melhores Cursos do Senac