Publicado por Veja Notícias no dia 13/07/2021 as 01:01

Empresas de todos os setores reconhecem cada vez mais o poder de investir em métodos e estratégias de comunicação como o feedback, que visa dar um retorno sobre o desempenho, produtividade, comportamento, proatividade e uma outra série de condutas profissionais.

A aplicação correta de um feedback contribui para a retenção de talentos, estimula uma organização cultural favorável à troca de opiniões e experiências e também estimula os colaboradores na busca pelo crescimento profissional e até mesmo pessoal.

Ficou interessado em saber mais sobre esse assunto? Então continue sua leitura e fique por dentro do conceito de feedback construtivo e seus benefícios, e também aprenda como aplicá-lo da melhor forma.

O que é Feedback?

Feedback é uma palavra de origem inglesa que significa “retroinformação” e/ou “retroalimentação”. Assim, o seu conceito está ligado a uma série de respostas que são expressas em relação a uma atitude ou comportamento manifestado por uma ou mais pessoas.

Em uma empresa, o Feedback é o ato de “dar retorno” ao comunicar para uma pessoa ou equipe, avaliações do seu desempenho, dos seus resultados e da sua postura.

Dessa forma, o feedback dispõe de um conjunto de opiniões que visam impulsionar o crescimento pessoal de cada colaborador e da companhia como um todo.

Em suma, é um método de gestão fundamental para estimular a boa performance das equipes dentro de uma organização, usado principalmente para evitar que erros ou condutas não produtivas sejam repetidos.

Benefícios do feedback

A seguir, destacamos alguns benefícios que uma boa estratégia de feedback pode trazer para as empresas:

  • Motivação – colaboradores que recebem retorno de seu desempenho tendem a se manter mais motivados para melhorar seus resultados;
  • Produtividade – ao corrigir problemas, metas novas são traçadas e dessa maneira fica mais fácil para a equipe manter a produtividade em alta;
  • Retenção de talentos – quando o feedback incentiva o desenvolvimento de novas habilidades, um bom profissional se sente valorizado e estimulado a crescer cada vez mais na empresa;

Aplicando um Feedback construtivo: passo a passo

A ação de aplicar feedbacks em uma equipe depende muito da cultura organizacional da empresa e de como os colaboradores são (ou não) motivados a receberem críticas construtivas, sem contar na maturidade da equipe.

Além desses pontos, um feedback construtivo vai depender também da capacidade do gestor em dialogar com pessoas diferentes, de respeitar a diversidade e de ter empatia.

Esses são passos essenciais que um líder precisa para dar um feedback de valor para sua equipe.

Outro ponto importante, é saber qual o tipo de feedback é necessário para determinadas situações, para então saber qual a melhor maneira de aplicá-lo.

Como dar cada tipo de Feedback: Negativo e Positivo

Veja agora algumas considerações para você melhorar a aplicação de feedbacks negativos e positivos dentro da sua empresa:

Feedback negativo

Nem sempre é fácil dar feedback para uma equipe, principalmente quando ele é negativo. Nesse caso, a habilidade de comunicação é muito importante para não causar desmotivação.

Em geral, as pessoas não gostam de ouvir críticas e existe uma resistência muito grande tanto em dar quanto a receber intervenções repreensivas. No entanto, em algumas situações elas se fazem necessárias para que toda a equipe melhore e aprimore as habilidades.

De todo modo, é importante ressaltar que assédio moral, críticas destrutivas, julgamentos, humilhações, conversas e conselhos impessoais, não são feedbacks.

Para dar um feedback negativo construtivo, o líder não deve somente ressaltar erros e é essencial mostrar caminhos para que a equipe possa melhorar, com ideias e soluções para os problemas que foram encontrados.

É necessário muito planejamento para apresentar com clareza as situações; também é importante pensar nas palavras que serão usadas e de que forma a comunicação será feita, prezando sempre honestidade.

Ser transparente e oferecer informações que corroborem o feedback, facilita o entendimento da equipe e, para finalizar, escutar o que os colaboradores têm a dizer em resposta, mostra que a empresa valoriza a equipe e não está apenas apontando erros, mas sim buscando um entendimento para o bem comum de todos.

Feedback positivo

Não é necessário dizer que aplicar um feedback positivo em uma equipe é infinitamente mais fácil que um negativo. Mesmo assim, é necessário falar sobre a melhor maneira de dar esse tipo de feedback.

Bem como um elogio, um feedback positivo é muito bem aceito por todo tipo de equipe. O reconhecimento do desempenho dos colaboradores tem um efeito poderoso na vida profissional em individual de cada funcionário e isso reflete nos resultados conseguidos para a empresa.

Além disso, um bom feedback positivo é capaz de alinhar metas e objetivos da empresa e do colaborador mais facilmente.

E, da mesma forma que com o feedback negativo, o positivo também precisa de planejamento para que os pontos corretos sejam repassados aos profissionais de forma objetiva e clara.

Exemplos concretos precisam ser usados para que a equipe possa ter uma visão melhor da trajetória do seu trabalho; um plano de melhorias com objetivos traçados, dicas de evolução e de como a equipe pode manter e subir o nível de resultados, deve fazer parte desse tipo de feedback.

Ouvir o que a equipe tem a dizer também faz parte do feedback positivo, pois o debate sobre o ambiente e as relações de trabalho só auxilia no crescimento da organização.

Para concluir, um feedback, seja positivo ou negativo, para gerar resultados precisa ser assertivo. Mesmo em equipe, a avaliação precisa reconhecer as individualidades de cada colaborador e deve se preocupar genuinamente com o desenvolvimento pessoal de cada um.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Qual o papel da madrinha de consagração?

5 de abril de 2021

Qual o papel da madrinha de consagração?

A madrinha de consagração é parte importante do batizado de uma criança tanto quando a madrinha de batismo. Muitas vezes, essa personagem é pouco falada e mal compr...