Empreendedorismo

6 Principais pontos para dar atenção para a perenidade do seu negócio

Publicado por Veja Notícias no dia 20/07/2021 as 23:02

Para quem está iniciando um negócio ou até mesmo para quem já está há algum tempo no mercado sabe o quanto é difícil se manter competitivo. Ser um empreendedor requer muitas habilidades e gestão empresarial. Fato é que nós brasileiros, não estamos preparados para lidar com a pressão e isso faz com que enfrente algumas dificuldades e cometam alguns erros nestes processos.

Em suma, a maioria das falhas estão relacionadas à gestão e a estratégia definida pela empresa nos passos iniciais do negócio. Por isso, é extremamente importante se atentar na concepção inicial do seu negócio.

Pensando nisso, listei 6 principais fatos para você dar muita atenção:

1 –  Não conhecer a demanda de mercado

Esse é o básico, se você não cura uma dor do seu cliente, você não irá vender. Por isso, estude muito bem o mercado que o seu produto está inserido e crie seus diferenciais competitivos.

A pergunta que você deve fazer, o que faz um cliente escolher o seu produto ou loja, ao invés do concorrente. Você deve ter isso, de forma muito clara, pois conseguirá externalizar de forma tangível para o seu cliente.

Faça um exercício, liste as suas características e dos seus concorrentes, perante a essa lista recomendamos fazer uma análise crítica do que de fato, você é melhor ou pior.

2 – Má gestão dos recursos financeiros

Quem não conhece os números do seu negócio, não conhece o seu negócio. A saúde financeira é oxigênio, se tiver problemas aqui pode ser fatal.

Quando se monta uma empresa, acredito que você tem o objetivo de gerar receita, certo? 

O ponto que estou querendo chamar a atenção é que o cálculo de venda – custos, não necessariamente é a sua margem final. Por isso, tenha um controle de todas as despesas e receitas em um banco de dados atualizado recorrente. Para o primeiro momento, você pode ter alguma dificuldade de implementar. Porém depois de implementado, você só precisa atualizar, vira um processo automático.

É muito comum, pequenos empreendedores, não saber se estão de lucro de fato. O que é um grave erro.

3 –  Falta de critérios na montagem de sua equipe

No início é muito comum os empreendedores procurar amigos ou recomendações, sem critérios. Principalmente no início você deve avaliar bem as habilidades das pessoas que vão se envolver no seu negócio. Se você não pode contratar um bom profissional em tempo integral, contrate esporadicamente, contrate um freelancer, mas tenha um time que te ajude a entregar resultados.

4 – Não investir em Marketing

Quem não é visto não é lembrado, conhece esse ditado? Você precisa ser visto e revisto, você pode começar usando as redes sociais, conforme indicado anteriormente.

Costumo falar que fazer Marketing é semelhante a megafona uma mensagem na rua, de alguma forma todos saberão da sua mensagem. Por isso, investir em marketing é fundamental para vender mais. 

5 – Não gostar de tecnologia

Em tempos atuais a tecnologia não é uma opção. O seu cliente busca te conhecer na internet, antes de fechar uma compra. Por isso, empresas de diferentes tamanhos estão criando presença digital. Outro fato é que o uso da tecnologia vêm muito para melhorar processos existentes, deixando os mesmos padronizáveis, o que facilita as análises e garantia de padrão para o produto final.

Vale caracterizar o termo Tecnologia: se você for olhar o significado no dicionário, vai encontrar conceitos como “ciência que estuda métodos e evolução num âmbito industrial, por meio da tecnologia da internet ou até mesmo procedimentos, métodos que se organizam num determinado meio.

Desta forma, a tecnologia é ampla e pode ser usada para criação de softwares, inserção da sua empresa na internet. Tudo isso, facilita o processo de vendas e te deixa à frente dos seus concorrentes.

6 – Ser teimoso

Um empreendedor deve ser resiliente ao ter desafios, mas jamais pode ser teimoso de frente a um fato. Por isso, tenha um olhar apurado e se reinvente quando for necessário.

Autoconfiança é importante, porém em  excesso é prejudicial. Falando assim, você pode estar pensando, isso nunca irá acontecer comigo. Acontece que ao longo do tempo, com os acertos você ganha confiança e é aí que o perigo mora. Pensar que está sabendo de tudo, te deixa cego

Usar ferramentas de avaliação é uma ótima forma, pois você cria um processo contínuo para saber como está indo o seu negócio. Recomendamos o uso da avaliação NPS (Net Promoter Score), que é uma métrica criada para medir a satisfação dos clientes. Apos uma venda, você envia a seguinte pergunta: de 0 a 10, o quanto você indicaria nossa empresa aos amigos? 

A fórmula de cálculo para o NPS é a seguinte: soma do % dos clientes que deram notas 9 e 10 (clientes promotores) – soma do % clientes que deram notas de 0 a 6 (detratores) = NPS

Conclusão

Empreender não é uma tarefa fácil, porém pode ser recompensador. Rotineiramente, ouvimos histórias de empreendedores que tiveram muita perseverança e resiliência frente aos problemas. E é desta forma, que você se mantém competitivo no mercado. Resolvendo problemas.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Fachada de casa: Como planejar e decorar?

22 de setembro de 2021

Fachada de casa: Como planejar e decorar?

Em primeiro lugar, ao pensar na decoração de casa é natural que investimos mais na parte interna, pensamos em bons sofás, televisores e eletrônicos modernos, um bom...

9 curiosidades sobre o Youtube

5 de maio de 2021

9 curiosidades sobre o Youtube

Em 2020 o YouTube completou 15 anos de vida, e para você que não consegue desgrudar da rede (que hoje já conta com mais de 2 bilhões de usuários), nós separamos alg...