Educacional

Como e por que fazer treinamentos de capacitação da equipe de limpeza?

Publicado por Veja Notícias no dia 12/08/2021 as 21:05

Capacitar sua equipe de limpeza é tão importante quanto atualizar qualquer outro setor; veja por que e como fazer esse trabalho.

Quem tem uma empresa sabe como o ambiente limpo impacta positivamente tanto com clientes internos quanto externos. Nisso, ter bons produtos de limpeza ajuda muito, mas eles precisam ser usados da maneira correta para ter o resultado desejado. Será que sua equipe de limpeza foi treinada?

Mesmo profissionais com muita experiência podem não saber como lidar com determinado ambiente. Dependendo do acabamento do seu piso, o produto de limpeza a ser usado é completamente diferente. E isso é apenas um exemplo de como a capacitação é necessária.

Veja por que capacitar a equipe de limpeza é tão importante e saiba como fazer esse trabalho de forma adequada.

Por que capacitar a equipe de limpeza é algo tão positivo para a empresa?

Há diversos motivos para incentivar a capacitação do seu time de limpeza. Confira os principais abaixo:

Atualização

Produtos e aparelhos multiuso são constantemente lançados no mercado. O funcionário, muitas vezes, só verá aquele recurso dentro do ambiente de trabalho. Essa é a oportunidade perfeita para aprender a utilizá-los, mas ele precisa de uma orientação prévia.

A capacitação é a maneira ideal de mantê-lo sempre atualizado. Ele vai aprender a lidar com novos produtos e equipamentos lançados e será capaz de fazer uma limpeza muito mais eficaz.

Otimização

É comum que alguns locais de trabalho sejam mais chatos de limpar — nem sempre pela quantidade de sujeira, mas por sua capacidade de retê-la. A capacitação também ajuda a fazer o trabalho com mais rapidez, pois o funcionário saberá como higienizar diferentes tipos de superfície com os produtos certos. Isso, aliás, evita o retrabalho, já que com poucos recursos ele será capaz de limpar como desejado.

Trabalho em grupo

Um bom trabalho de capacitação também ajuda a manter o ritmo de trabalho em grupo. A rotatividade entre trabalhos funciona melhor, principalmente para que ninguém fique sobrecarregado ou atrapalhe outro que esteja limpando.

Mas isso não significa que a equipe não possa se dividir da maneira que achar melhor. Se, por exemplo, alguns funcionários preferem a cozinha, enquanto outros, o banheiro, tudo bem, contanto que não seja uma divisão desigual.

Valorização do profissional

Além do trabalho em grupo, a capacitação auxilia no desenvolvimento de cada indivíduo. Isso se reflete no seu desempenho, já que um profissional que percebe o quanto é valorizado em uma empresa tende a trabalhar melhor. 

Redução de custos

Engana-se quem pensa que a alta produtividade vem com o uso exagerado de recursos. Com produtos e aparelhos usados da maneira correta, o desperdício tende a ser bem menor. É uma alta produtividade com menos gastos.

É claro que isso não significa que o armário da limpeza não deva estar bem abastecido. Certifique-se de sempre oferecer o melhor para seus funcionários. Afinal, o bom desempenho não deve partir apenas deles.

Redução de acidentes de trabalho

Produtos químicos para a limpeza de banheiros, por exemplo, podem ser agressivos. Se o funcionário não estiver usando a proteção correta, acaba se machucando até de maneira grave. A capacitação ajuda também a equipe a se proteger: ela perceberá que o uso de luvas e máscaras faz toda a diferença na manutenção da saúde.

Para que isso aconteça, claro, a empresa precisa garantir que os funcionários tenham à sua disposição todos os equipamentos de proteção individual (EPI) necessários.

Como fazer a capacitação da equipe de limpeza?

Veja quais etapas estão por trás desse processo. São quatro ações principais: sensibilização, instrumentalização, prática e manutenção.

Sensibilização

Antes de tudo, o funcionário precisa entender sobre a importância desse treinamento. Isso não significa coagi-lo, como se a não participação ameaçasse seu emprego, mas fazê-lo enxergar como algo importante individualmente — até mesmo no seu currículo.

É a hora de falar sobre a otimização do trabalho, a não sobrecarga (caso haja) e a proteção da saúde. O que será aprendido durante o expediente também será muito útil no dia a dia, dentro de casa.

Instrumentalização

Esta é a parte teórica da capacitação, em que os funcionários conhecerão os produtos utilizados, EPIs, uso adequado em cada ambiente, formas de limpeza mais eficazes… Enfim, todo o conhecimento técnico passa por esta fase, imprescindível antes da prática.

Prática

Agora é a hora em que se pratica tudo o que foi aprendido na fase anterior. Os funcionários colocam a mão na massa com a supervisão do professor, que vai auxiliá-los em cada dúvida.

Manutenção

O curso não acaba após a última aula. Certifique-se de que a equipe está colocando tudo em prática para que esse conhecimento não se perca. Faça também o possível para dar o melhor aos funcionários, oferecendo sempre os equipamentos de proteção, produtos e aparelhos necessários para a limpeza.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

O que é CDI?

13 de julho de 2021

O que é CDI?

O que é CDI? No artigo de hoje vamos te explicar tudo sobre esse tipo de empréstimo. Quem está buscando informações sobre investimentos, como aposentadoria priva...