Casa e Jardim

Mudas de plantas: Veja as principais dicas para elas se desenvolverem

Publicado por Veja Notícias no dia 06/01/2022 as 19:15

Quando você adquire mudas de plantas, inicialmente, elas dependem de você para todas as suas necessidades. Mas pode ter certeza que todo esse cuidado funciona como uma terapia.

Mudas de plantas: Veja as principais dicas para elas se desenvolverem

Embora possam parecer indefesas, elas não precisam de nada além de regas adequadas, calor, luz e serem colocadas em vasos de plantas para se desenvolverem. Mas todo esse processo deve ser feito da maneira correta e há alguns erros que devem ser evitados

Portanto, continue a leitura e saiba tudo sobre mudas de plantas. Temos certeza que você vai querer adquirir agora mesmo uma mudinha para cuidar.

Como cuidar de mudas de plantas?

O cultivo de mudas de plantas é uma ótima maneira de começar a se interessar pelo mundo da jardinagem. Com a luz certa e alguns equipamentos simples, é fácil cultivá-las da semente à colheita.

Já que para cada planta são necessárias condições diferentes para a semente começar a crescer, a recomendação é começar cultivando apenas algumas variedades. Sementes como tomate malmequeres, são extremante fáceis de começar o cultivo em casa. 

Outras boas opções para iniciantes são manjericão, cactos e suculentas, gérberas e orquídeas. Se você for um iniciante, escolha-as primeiro e depois avance para sementes mais complicadas, como petúnias. Mas há alguns fatores que contribuem para que elas cresçam bonitas e saudáveis. Como veremos abaixo. 

Mudas de plantas: dicas para elas se desenvolverem

Mudas de plantas: dicas para elas se desenvolverem

Para que as mudas de plantas se desenvolvam da maneira correta, é necessário seguir alguns passos. Portanto, veja essas dicas:

Faça no tempo certo

Para começar, você deve estar com suas mudas no jeito para serem colocadas no lado de fora quando o tempo estiver bom. Então, inicie analisando o pacote de sementes, provavelmente ele vai dizer quando começar o plantio. 

As papoulas, por exemplo, crescem melhor se forem plantadas ao ar livre. Essas sementes são geralmente marcadas como “semeadura direta”.

Encontre os recipientes certos

Você pode plantar sementes em quase qualquer tipo de recipiente, desde que tenha pelo menos 2 a 3 cm de profundidade e tenha alguns orifícios de drenagem. Os vasos são mais recomendáveis, já que oferecem o local adequado para as mudas de plantas se desenvolverem.

Prepare o solo para envasamento

Opte por um solo para envasamento que seja destinado ao cultivo de mudas. Comece com uma mistura estéril e fresca que garanta mudas saudáveis ​​e livres de doenças.

Utilize um balde para umedecer a mistura, mas não deixe que ela fique encharcada. Em seguida, coloque nos recipientes, envolva o solo de maneira firme para não haver espaços. 

Comece a plantar

Veja nas instruções da embalagem de sementes a que profundidade você deve plantá-las. As sementes menores podem ser borrifadas bem na superfície do solo. Já as maiores, precisarão ser enterradas. Você pode fazer torrões em cada vaso para ajustar as sementes. Depois de deixar cair uma semente em cada torrão, você pode voltar e cobrir as sementes.

Umedeça as sementes recém-plantadas com um spray ou um regador pequeno. Você pode, ainda, colocar um plástico por cima dos vasos para agilizar a germinação e manter as sementes umedecidas. Assim que você identificar as primeiras plantinhas, tire a tampa. 

Água e alimentação

De acordo com o crescimento das mudas, borrife água ou use um regador para que o solo sempre fique umedecido, mas espere ele secar relativamente entre as regas.

Você pode usar um ventilador para garantir uma boa circulação do ar e prevenir doenças. Alimente as mudas frequentemente utilizando fertilizante líquido, seguindo a recomendação da embalagem.

Não se esqueça da luz

As mudas precisam de muita luz. Ademais, caso você esteja cultivando em uma janela, escolha uma posição voltada para o sul. Caso elas não recebam luz suficiente, elas acabarão ficando compridas, porém fracas.

Se você estiver cultivando sob luz, ajuste-os para que fiquem apenas alguns centímetros acima do topo das mudas. Não se esqueça que as mudas necessitam de ambientes sem luz para poder descansar. 

Mova as mudas para fora gradualmente

Levar as mudas diretamente do ambiente em que elas estão germinadas para o jardim não é uma boa ideia. Você cuida dessas mudas há semanas, então elas precisam de uma transição gradual para a natureza. O processo é chamado de endurecimento.

Por volta de 1 semana antes de levá-las para um ambiente externo, deixe essas mudas, por algumas horas, em algum local com sombra ao ar livre, porém protegidas do vento. E volte com elas para o mesmo lugar durante a noite. E vá aumentando, aos poucos, essa exposição.

Quando começar a fertilizar mudas de plantas?

Quando as mudas brotam da terra pela primeira vez, elas ainda estão se alimentando da comida armazenada na semente. Essas primeiras folhas que aparecem na verdade não são folhas, mas sim cotilédones ou folhas de sementes, que fazem parte do embrião da planta.

Ele envolve o que resta das reservas alimentares conservadas na semente e preserva a muda alimentada até que as primeiras folhas verdadeiras brotem e a planta possa começar a fotossíntese.

Mas eles somem assim que se formam as primeiras folhas, quando se inicia a fotossíntese. A partir daí a muda pode usar um pouco de adubo.

Mudas de plantas: erros para evitar

Mudas de plantas: erros para evitar

Depois de pegar o jeito, você descobrirá que não é tão difícil cuidar de mudas de plantas. Mas pode ser extremamente frustrante quando eles começam a ter problemas, e você não sabe porquê.

Então, para ajudá-lo a descobrir, aqui estão alguns dos problemas mais comuns de tratamento de mudas e suas causas.

Mudas com pernilongo

Este é o maior problema com o cultivo de mudas dentro de casa, e acontece quando elas não recebem luz suficiente. Adicione uma lâmpada de cultivo e pendure-a bem no topo das mudas. Em seguida, deixe-o ligado por 12 a 14 horas por dia.

Mudas inclinadas, esticando ou crescendo para os lados

A luz inadequada é a principal causa, mas também pode acontecer se as luzes não estiverem posicionadas corretamente. Se você está tentando cultivar mudas em uma janela, adicione uma luz de planta. Se você já tiver uma luz, mova-a para que fique diretamente acima das mudas o tempo todo.

Mudas morrendo após a germinação

Se suas mudas morreram logo depois de começarem a crescer, provavelmente foi por causa da praga das mudas. É uma doença que causa o chamado “tombamento”, que mata as mudas na base. A única maneira de evitar isso é desinfetar as bandejas de sementes antes de usá-las novamente.

Mudas amarelas

A principal causa é o excesso de água. Cuide para que o solo nunca fique encharcado e deixe a parte superior secar um pouco entre as regas.

Mudas pequenas ou não estão crescendo

O crescimento das mudas pode ser atrofiado quando está muito frio na sala, se elas são regadas em excesso ou insuficientes, ou se não estão recebendo fertilizante suficiente.

Viu só? Não é tão difícil assim. Seguindo cada etapa e evitando erros comuns, temos certeza que suas mudas de plantas irão se desenvolver corretamente. Cuidar de plantas é uma verdadeira terapia. Vale a pena experimentar!

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Clima seco pode afetar a saúde dos pets

2 de dezembro de 2021

Clima seco pode afetar a saúde dos pets

O clima seco pode provocar impactos negativos na saúde do seu animal de estimação. Cachorros e gatos idosos e filhotes são os que mais sofrem com a secura, entretan...

Você pode ter interesse em:

4 dicas para fazer uma decoração rústica em casa

4 dicas para fazer uma decoração rústica em casa

Como ter uma horta em casa? Confira algumas dicas

Como ter uma horta em casa? Confira algumas dicas

Tela mosquiteiro para janela, quais as vantagens?

Tela mosquiteiro para janela, quais as vantagens?

Quanto custa um desentupidor de vaso sanitário?

Quanto custa um desentupidor de vaso sanitário?

Como escolher o motor ideal para o seu portão eletrônico

Como escolher o motor ideal para o seu portão eletrônico

Mudar de casa: Veja 5 dicas para faxinar a futura casa

Mudar de casa: Veja 5 dicas para faxinar a futura casa