Publicado por Veja Notícias no dia 03/09/2021 as 10:55

Nossa casa deve ser o ambiente que nos sentimos bem, confortáveis e seguros. Este é o local que adequamos para relaxar, curtir momentos com a família e descansar após um longo dia de trabalho. Por isso a segurança residencial é fundamental.

Dependendo da rotina, também pode ser o ambiente em que algumas pessoas passam a maior parte do tempo (principalmente crianças). Por isso, quando o assunto é segurança, todo cuidado é pouco – e isso todo mundo concorda.

Seja para passar mais períodos do dia ou somente tomar um banho e descansar até chegar a hora do próximo expediente, garantir que a casa esteja o mais protegida possível é uma prioridade. 

Infelizmente, no Brasil, a sensação de insegurança é constante em nossas vidas. Os números de casos de assaltos à residências crescem a cada dia, além dos outros tipos de crimes ainda mais alarmantes.

É neste cenário que os brasileiros buscam maneiras de proteger residências da melhor maneira possível para que seu maior bem esteja seguro, assim como as pessoas que ali residem.

Todo imóvel conta com necessidades de segurança diferentes. Condomínios e casas, por exemplo, apresentam características diferentes que impactam na decisão de como ter o máximo de proteção.

No entanto, independentemente do imóvel, há itens que todos devem ter, como os portões e as portas. 

Sabendo que a proteção é uma prioridade para todos, preparamos este conteúdo com diversas dicas sobre o tema para dar ideias de como aumentar o nível de segurança em seu imóvel.

Acompanhe!

Como aumentar a segurança de um imóvel 

Já parou para pensar sobre como é mais fácil roubar uma casa do que uma empresa? Isso acaba sendo uma realidade porque ambientes corporativos e comerciais geralmente contam com sistemas de segurança, de vigilância e outras medidas mais rigorosas. 

Para se ter noção de como é algo recorrente, somente em São Paulo – segundo o Sistema de Informações Criminais (Infocrim) – acontecem mais de 12 mil furtos a casas e imóveis residenciais por ano.

Neste cenário, especialmente nos centros urbanos, é fundamental que as pessoas protejam suas casas além da tranca na porta. Hoje em dia, é essencial contar com sistemas e itens de proteção mais eficientes, ágeis e seguros. 

Esse investimento visa proteger não somente os pertences de uma pessoa e o bem físico, mas também proporcionar segurança à família. Os assaltantes costumam analisar cada casa ou condomínio por algum tempo antes de realizar o crime.

Eles precisam entender as fragilidades dos imóveis, por onde podem entrar, a rotina da família, quando o local fica sozinho, entre outros detalhes. Então, as dicas a seguir foram pensadas para eliminar esses pontos fracos.

Além dos investimentos, o ideal é que haja uma conversa com a família para que todos fiquem atentos na hora de entrar e sair de casa.

Vamos às dicas!

Iluminação é fundamental

Pode parecer só um detalhe ou uma questão decorativa, mas a iluminação da residência é especialmente importante para aumentar a sua segurança. Ou seja, mais do que contar apenas com as luzes públicas (da rua), o ideal é instalar um sistema próprio de iluminação.

É algo recomendável porque os criminosos preferem locais mais escuros, nos quais as pessoas não vão conseguir enxergá-los. Se sua casa estiver bem iluminada, quando você e seus familiares estiverem chegando no local, será mais fácil perceber se há alguém escondido e pronto para atacar.

Assim haverá tempo para acionar a polícia, sair do local e afastar os criminosos.

Elimine os pontos fracos da residência

Como dissemos, os bandidos analisam os pontos frágeis dos imóveis. Por isso, aumentar muros das residências e neutralizar pontos de apoio é fundamental – como árvores, cercas, lixeiras e outros itens que podem ajudar os criminosos a escalar o muro ou portões, por exemplo.

O ideal é colocar cercas elétricas e objetos cortantes (concertinas, arame farpado, cacos de vidro e espetos de metal) para dificultar a ação dos bandidos. 

Os sensores de presença também são usados para dispersar a atitude dos criminosos. Eles detectam alguma tentativa de invasão, podendo ser colocados em muros, portões, portas ou até mesmo no interior da casa próximo aos principais pontos  de entrada e saída.

Câmeras de segurança são ótimas ferramentas

As câmeras de segurança são ferramentas importantes porque afastam criminosos, permitem que os moradores estejam sempre de olho no que está acontecendo em volta de casa mesmo que à distância e, claro, identificam os bandidos caso o roubo aconteça.

Quando a família está viajando, por exemplo, é uma ótima ferramenta para ficar de olho na segurança da residência. 

As câmeras podem ser instaladas no portão, nas portas e em todo ponto de acesso da residência.

Portões e portas automáticas de qualidade

De nada adianta ter ferramentas de vigilância eficientes se não contar com portões e portas resistentes. Esses itens são responsáveis por proteger definitivamente as entradas do local.

Uma sugestão que pode ser ideal para você é contar com portões e portas de enrolar automáticas. Dessa forma ninguém precisa sair do carro para abrir o portão – sendo este um momento de fragilidade.

Esses portões precisam ser rápidos, ágeis e eficientes. 

Grades e redes de proteção também podem inibir assaltos residenciais, especialmente em imóveis em que as sacadas e janelas são baixas.

Seguindo essas dicas, você poderá ficar mais tranquilo de que está utilizando todas as ferramentas disponíveis para desfrutar de um lar mais seguro. É importante e até necessário contratar profissionais para elaborar um bom projeto de segurança. 

Além do projeto, conte com profissionais capacitados para comprar portões resistentes, de qualidade, redes, acessórios de vigilância e câmeras também.

Veja Notícias

Veja Notícias

O Veja Notícias é um portal de variedades para leitores de todo o Brasil.

Outros artigos

Como aplicar autobronzeador corretamente?

29 de agosto de 2021

Como aplicar autobronzeador corretamente?

Seja na parte da praia menos movimentada ou na piscina de casa, muita gente já se prepara para exibir aquela cor no verão. Porém, é necessário ficar de olho nos cui...

Pode dar dipirona para cães e gatos?

12 de agosto de 2021

Pode dar dipirona para cães e gatos?

Saiba quando o dipirona é indicado, mas entenda também a quantidade recomendada e os riscos do excesso. Uma dúvida muito comum de quem tem um gatinho ou cachorri...